domingo, 23 de novembro de 2008

Inauguração do novo calçamento do Bairro Areias I

Foi inaugurada nesta sexta-feira, 20/11, a nova pavimentação (calçamento) de todas as ruas do bairro Areias 01, que compreende 15.480 metros quadrados. A solenidade de inauguração aconteceu na Rua João Lourenço esquina com a Rua Antonio Mendonça. De acordo com o secretário de Obras e Infra-estrutura, Wélder Castro foram investidos na implantação deste calçamento, recursos da ordem de R$ 544.989,80, oriundos da Prefeitura Municipal em parceria com o Governo Federal através do Ministério das Cidades. Estiveram presentes na solenidade vários secretários municipais, vereadores, empresários que ao lado do Prefeito Agenor Neto participaram do momento importante para todo o Bairro Areias I, “ esta obra não trará apenas o benefício de ser ter uma rua sem lama, sem buracos, mas trará saúde para as pessoas aqui, trará principalmente mais dignidade, esta é a nossa forma de trabalhar, penando sempre além do que possamos imaginar e neste exato momento em que estamos falando mais de 60 obras estão em andamento, faremos muito mais e não iremos parar, como disse vamos fazer no mínimo 50% a mais nestes próximos anos” afirmou Agenor Neto. Vejam quais as ruas que foram beneficiadas com esta ação da PMI em parceria com o Governo Federal: Rua Antonio Mendonça, Rua Monsenhor Couto, Rua Projetada 01, Rua Manoel Epifânio, Rua Projetada 02, Rua João Lourenço e Rua Mano Távora.

ÁUDIO: Governador Cid Gomes fala sobre um ano do Ronda do Quarteirão, confira !

GOVERNADORCIDGOMES RONDA DO QUARTEIRAO 1 ANO.mp3 - Iguatu.Net

Um ano de Ronda, mas problemas persistem

Visto por muitas pessoas como um projeto irrealizável, o Ronda do Quarteirão completa hoje um ano de funcionamento. O novo modelo de policiamento comunitário desfruta de aprovação popular e já começa a servir de exemplo para outros estados.
Para avaliar como está o programa, O POVO visitou dois dos cinco primeiros bairros em que ele foi implantado: Bom Jardim e Jangurussu. A maior presença da Polícia nas ruas é apontada como uma de suas maiores virtudes. Por outro lado, o problema do tráfico de drogas e a dificuldade encontrada pela Polícia Civil para investigar continuam sendo um ponto vulnerável na área da segurança pública. Manhã de quinta-feira. Na entrada do 32º Distrito Policial (Bom Jardim), um acusado é conduzido por uma equipe do Ronda do Quarteirão. Poucos minutos antes, ele roubara uma bicicleta, foi perseguido pelas vítimas e só não foi linchado por causa da intervenção dos PMs.
Para o pedreiro Francisco de Assis de Rodrigues, 32, que teve o bem levado, o programa do Governo do Estado não mudou em nada o seu cotidiano. "Quando o Ronda começou, as coisas melhoraram. Depois piorou. Todo dia tem assalto por aqui", afirma. Inconformado por ter sido roubado duas vezes em menos de um ano, o pedreiro decidiu fazer justiça com as próprias mãos juntamente com um grupo de amigos. "Não tinha como chamar a Polícia e sabia que ele (o assaltante) não estava armado. Por isso corremos atrás. Depois que foi cercado, muita gente apareceu.
Ele só não apanhou mais porque o Ronda chegou na hora". Embora o assalto seguido da agressão tenha ocorrido na área do Bom Jardim, o procedimento foi instaurado no 12º DP (Conjunto Ceará), uma vez que o titular do 32º DP não estava na delegacia. Para Josenildo Menezes, chefe de investigação do 32º DP, o Ronda do Quarteirão não dá conta de problemas como homicídios e o tráfico de drogas. "Entrou o Ronda, saiu a PM das ruas. Cobriu-se um santo e descobriu-se outro. O Ronda faz polícia social. Ele não é eficaz para combater o tráfico e os assaltos. Os crimes de morte continuam ocorrendo da mesma maneira".
Há três anos na função, Josenildo ressalta o esforço que a equipe de policiais do distrito tem de fazer para poder trabalhar. Segundo ele, profissionais como comissário e escrivão - que, em tese, realizariam atividades burocráticas - saem às ruas para ajudar na investigação. Por mês, entre 10 e 15 assassinatos são registrados no bairro.
Em setembro, O POVO publicou uma série de reportagens em que essa situação é retratada. À época, o secretário titular da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), Roberto Monteiro, disse que a estrutura da Polícia Civil estava "falida".
Fonte: O Povo

Homem é preso após agredir e fazer amaças a mulher em Iguatu

No dia de ontem, 22/11, por volta das 14:30 horas, a Polícia Militar compareceu à rua Vírgílio Correia, s/nº, centro, Iguatu-CE, por ocasião de uma denúncia de agressão, que teve como vítima a pessoa conhecida apenas por MARIA TÂNIA, a mesma informou que o seu companheiro FRANCISCO NILSON DE OLIVEIRA, 21 anos, casado, sem profissão definida, natural de Iguatu/CE, havia espancado-a e estava ameaçando-a de morte. Na chegada dos policiais, o infrator foi preso conduzindo uma motocicleta Honda Titan 2008, cor prata, sem placa, sem documentação e sem CNH. Vale ressaltar que na delegacia local, foi constatado que o infrator é autor de vários delitos, o qual está sendo averiguado. A Polícia Militar efetuou a prisão e a condução do infrator para a DPC local, onde serão realizados os procedimentos cabíveis.

Agricultor é lesionado à faca em Quixelô

Neste sábado, 22/11, por volta das 19:10 horas, a Polícia Militar recebeu informação acerca de uma lesão corporal à faca ocorrida no sítio Coqueiro, distante 03 km da sede do município, do qual foi vítima José Albino do Nascimento, 57 anos, casado, agricultor, natural de Quixelô e residente no mesmo local onde se deu o fato. A vítima em tela foi agredida e lesionada, sofrendo três perfurações, sendo duas no ombro direito e outra na região abdominal, fato este que, segundo seu cônjuge, teria ocorrido próximo a sua residência e sem nenhum motivo. O autor da lesão, José Raimundo da Silva, 28 anos, solteiro, agricultor, natural de Iguatu e residente no sítio Poço da Pedra, também distrito de Quixelô, foi preso minutos depois com a arma do crime. Saliente-se que o senhor lesionado foi socorrido em estado grave para o hospital da vizinha cidade de Iguatu. A Polícia Militar diligenciou e prendeu o autor do delito ainda com a arma do crime, conduzindo-os à delegacia local para a adoção das medidas cabíveis.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails