terça-feira, 8 de janeiro de 2008

Mulher sofre atentado violento ao pudor no Sítio Fomento

Na madrugada de domingo para segunda-feira, no Sítio Fomento uma mulher de 37 anos foi assaltada e sofreu atentado violento ao pudor, o autor do crime chama-se Antônio Lopes de Lima, 21 anos, morador da Vila Moura. O mesmo na Delegacia Regional afirmou que na madrugada de segunda-feira bebeu bastante e subiu na residência da vítima onde destelhou para poder assaltar o local e em seguida realizar o atentado violento ao pudor.
Durante o crime o autor dormiu por instantes que foram suficientes para que a vítima chama-se a polícia militar que chegou ao local e prendeu o bandido que foi levado à Delegacia Regional e logo em seguida à cadeia pública de Iguatu. A vítima foi nesta segunda-feira conduzida para o IML de Juazeiro do Norte no qual foi confirmado o atentado violento ao pudor, os inspetores Robélio e Lopes conduziram a vítima ao IML. O flagrante foi efetivado pela Delegada Cezarina do Vale, " o mesmo infringiu o artigo 214 comentendo um atentado violento ao pudor" disse a Delegada, mais informações no Blog de Iguatu ou com o Radialista Pinheirinho no Plantão Policial.

Banda de Forró paulista é fã do radialista Pinheirinho


Pinheirinho e componentes da Banda Mensageiros do Forró 

      Neste final de ano o radialista Pinheirinho teve uma ótima surpresa que foi receber a visita de ouvintes ilustres do estado de São Paulo, estamos falando dos componentes da Banda Mensageiros do Forró, que esteve em nosso município e realizou um sonho que era de conhecer o polêmico radialista” sempre estamos ouvindo o Pinheirinho pela internet e não podíamos deixar de conhecer esta figura que amamos” disse Luciclene que é vocalista da banda e iguatuense. Já o cantor Denílson destacou o trabalho realizado por Pinheirinho” ele fala a língua do povo e em São Paulo ficamos matando um pouco da saudade da nossa terra ouvindo ele pela internet” disse o cantor.O radiaslista Pinheirinho falou da surpresa neste final de ano” isto é a demonstração da força da internet, fico feliz pela presença deles e me motiva ainda mais á conquistar este público em vários estados do País” garantiu o radialista A banda Mensageiros do Forró foi fundada em 2003, possui sete integrantes e estará lançando o seu primeiro DVD + CD ao vivo este ano, para quem se interessar no trabalho da banda basta apenas entrar em contato pelos fones:

(11) 6246-7145/2267 2021/ 4486 2262

E pelo e-mail: osmensageirosdoforro@globo.com



  

Governo suspende agentes rurais e prejudica a agricultura familiar, a produção de frutas e de mamona para o biodiesel em Iguatu

A recontratação de 28 agentes rurais que tiveram o trabalho de assistência técnica suspenso no último dia 31 de dezembro, pelo Estado. Essa foi a principal reivindicação aprovada na última reunião do Fórum de Secretários de Agricultura da Região Centro-Sul. Ao final do encontro, foi elaborado um documento a ser encaminhado ao secretário de Agricultura e Desenvolvimento Agrário (SDA), Camilo Santana. A principal preocupação dos secretários municipais de Agricultura é com relação à contratação dos agentes rurais. Eles temem que a agricultura familiar, a produção de frutas e o plantio de mamona para o biodiesel fiquem prejudicados. “Não podemos perder esses técnicos que já foram selecionados, treinados e têm experiência na assistência aos produtores rurais”, explicou Valdeci Ferreira. “Eles devem ser aproveitados com urgência porque o campo precisa do trabalho deles”. Os agentes rurais foram contratados pelo Estado por meio de um processo de seleção e de uma bolsa no valor de R$ 900,00, paga pela Fundação Cearense de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico (Funcap) por um período de três anos. Em todo o Estado, 129 agentes rurais completaram o período de 36 meses e tiveram o contrato suspenso. Na região Centro-Sul, são 28. Os secretários defenderam a recontratação e a ampliação do número de agentes rurais. “O Estado precisa encontrar uma alternativa para manter os agentes que têm capacidade técnica e já demonstraram vontade de trabalho”, disse o secretário de Agricultura de Acopiara, Luís Lucas. “Seria uma contradição fazer nova seleção e contratar quem não tem experiência, pois o Estado já investiu muito na qualificação dos agentes”, avalia. Valores diferenciados Na reunião, foi debatida também a paridade salarial entre os agentes rurais contratados pelo Estado e pelos municípios. As prefeitura pagam valores diferenciados. Outros pontos discutidos trataram da gestão do programa. “Uma nova seleção deve ser feita apenas para aqueles agentes que não deram certo, que são acomodados para o trabalho, com base em critérios de avaliação técnica. Os que sabem e querem trabalhar devem permanecer”, defendeu Valdeci Ferreira. Nos últimos três anos, na região Centro-Sul, houve uma ampliação significativa da produção de frutas e abóbora, graças ao trabalho de orientação dos agentes rurais contratados pela Ematerce. A tendência é de crescimento desse setor. “Sem os agentes rurais, os produtores vão ficar sem assistência e muitos projetos podem ser prejudicados”, observou o secretário de Agricultura de Cariús, Valdir de Souza (Pirrita). O presidente do Sindicato dos Trabalhadores de Jucás, Fernando da Silva, mostrou preocupação com o setor da agricultura familiar. “Os agentes rurais fazem um bom trabalho de orientação e apoio ao pequeno produtor. Eles não podem perder essa assistência e ficarem prejudicados”. O agente de desenvolvimento do Banco do Nordeste (BNB), José Wilson Araújo, mostrou preocupação com a suspensão do contrato dos agentes. “Nos últimos anos, o BNB vem investindo em projetos de fruticultura e de produção diversa, no apoio à agricultura familiar, e esse programa não pode cair no descrédito”, observou. “Vamos elaborar um relatório sobre a suspensão do trabalho e encaminhar à direção do banco”. Apesar da preocupação, os secretários municipais mostraram confiança no governo do Estado para encontrar uma alternativa e renovar as contratações. “É uma questão jurídica que pode ser resolvida”, observou Paulo Afonso Júnior, do município de Cedro. “Com vontade política, haverá solução”. O presidente da Associação dos Agentes Rurais, no Ceará, José Araújo de Oliveira, disse que mantém a esperança de que os contratos serão renovados. “Estávamos tentando resolver esse problema na Ematerce, mas o tempo passou e o prazo da bolsa expirou”, contou. “Em contato direto com o governador Cid Gomes, ele nos garantiu que o programa vai permanecer”. O gerente regional da Ematerce, Joaquim Virgulino Neto, e o gerente local, João Aquino, disseram que o governo estuda uma alternativa de contratação por meio de uma cooperativa. “O programa vai permanecer e em breve o problema será resolvido”, disse Aquino. A assessoria de Comunicação da Secretaria de Desenvolvimento Agrário (SDA) assegurou que o programa será mantido e informou que a Ematerce estuda uma nova forma de recontratar os agentes para substituir o atual sistema de bolsa da Funcap, limitado ao prazo máximo de 36 meses.
Fonte: Diário do Nordeste

Movimento Iguatu Seguro: Comunicadores unidos pela paz


Craques da comunicação marcam um golaço de cidadania




       Aconteceu na noite de segunda-feira, 07, na sede da Câmara Municipal de Iguatu, o primeiro encontro entre representantes de veículos de comunicação do município com o objetivo de criar o “Movimento Iguatu Seguro – Comunicadores em Ação”. A aceitação por parte dos presentes foi bastante positiva como avaliou a organização do movimento. Todos tiveram a oportunidade de expressar seus sentimentos e expor suas opiniões sobre o assunto principal a falta de segurança que vive Iguatu. Muitas sugestões e críticas foram apresentadas. No que fortalece ainda mais a criação do mesmo. A segunda reunião está prevista para acontecer ainda este mês na próxima segunda-feira,14.
          Alex Santana, que integra a equipe da Rádio Liberdade e editor do blog Iguatu.Net e um dos que está à frente do movimento. Falou sobre a intenção de criar essa mobilização apresentando seus objetivos, como também ressaltou a integração que foi possível ser sentida pela boa participação de algumas pessoas que fazem a comunicação de massa em Iguatu. Wandenberg Belém, do Jornal A Praça, que também está à frente do ‘Movimento’, reforçou as palavras de Santana, dizendo que Iguatu está precisando de uma atenção especial pelos órgãos de segurança do Estado e que é importante a participação de todos em prol da segurança.
Para Silvani Soares, dá Rádio Mais FM, disse que a criação é louvável, mas que não pode se descarrilar de seus objetivos para ter conotações político-partidárias e colocou a disposição para se engajar no movimento. Sandro Soares, locutor da Tropikálya FM, acrescentou que as emissoras de rádio hoje no município deveriam desempenhar um papel social usando dentro de suas programações matérias direcionado a seus ouvintes. Já na opinião de Frei Chico editor do Jornal A Folha, o Brasil é um país que usa suas Leis para proteger bandidos. E que é essa situação tem que ser revertida em prol dos cidadãos que estão reféns do medo.
Medo esse que vem tomando conta da população iguatuense como foi bem expressado por Lucinete Alves, do jornal A Comunidade, para ela que reside em uma das regiões que era considerada tranqüila no município, Sítio Cardoso. Falou que a localidade se transformou numa zona de medo e perigo não só para os moradores como para população em geral, enumerou alguns assaltos ocorridos naquela região. O diretor e radialista da Rádio Liberdade AM, Tércio Junior, também reforçou a opinião sobre a falta de segurança dizendo que é preciso que algo de concreto deve ser apresentado à população que está bastante descrente.
Outro ponto bastante debatido foi levado para discussão pelo locutor e diretor da Rádio Tropikálya, Ithiany Ferreira questionou sobre a violência acontecida em eventos festivos no município. Afirmou que em muitas festas dançantes realizadas em clubes particulares é grande o número confusões envolvendo jovens. Disse que é preciso ser intensificado mais as fiscalizações para esse tipo de evento. Rildo Lacerda apontou como grave o número crescente de crianças que fazem o trabalho de engraxates pelo Centro. De acordo com Lacerda, essas crianças, realizam muita baderna e insultos aos populares, e estão vulneráveis as drogas, prostituição entre outras mazelas sociais. Para o radialista e locutor esportivo Bêu Paulino, da Rádio Jornal Centro-Sul. Disse que a agressão hoje em Iguatu, não está só pelos assaltos, arrombamentos entre outras criminalidades, citou que a falta de respeito com o direito do próximo é muito comum na cidade. Citou como exemplo o uso exagerado de som de carros pelos bares da cidade, um absurdo, que também precisa ser combatido. Muitos presentes explanaram e apresentaram sugestões sobre a criação do Movimento Iguatu Seguro, fortalecendo assim a cobrança por uma cidade com mais esperança das pessoas viverem em paz.
           Estiveram presentes Lucinete Alves (Jornal A Comunidade), Tércio Júnior (diretor e radialista da Rádio Liberdade), Rildo Lacerda (Rádio Liberdade), Tony Alves (Rádio Liberdade). Silvani Soares (Mais FM), Bêu Paulino (Rádio Jornal Centro-Sul), Wandenberg Belém (Jornal A Praça), Jeferson Mourato (Jornal A Praça), Karlos Rikáryo (Jornal A Praça) Afrânio Marcos (Jornal A Folha), Everton Filho (Jornal A Folha), Frei Chico (Jornal A Folha), Ithiany Ferreira (Rádio Tropikálya FM), Marquinhos San (Rádio Tropikálya FM), Sandro Soares (Rádio Tropikálya FM) e Alex Santana (Iguatu.net)

Para mais informações;
Wandenberg Belém (88) 8804.4046
Alex Santana (88) 8834.2210


LinkWithin

Related Posts with Thumbnails