terça-feira, 30 de novembro de 2010

Lula atende pedido da presidente Cristina Kircher

Lula tinha programado se despedir de viagens internacionais em Georgetown, na Guiana, para onde foi na semana passada. Mas, atendendo a um apelo de Cristina Kircher, presidente da Argentina, decidiu desembarcar em Mar del Plata nesta sexta para a 10ª Conferência Ibero-americana.

Painel

Sistema de esgotamento sanitário beneficia população de Crateús


A população de Crateús, no Sertão de Crateús, está sendo beneficiada com as obras de ampliação do sistema de esgotamento sanitário no município. O investimento é de R$21,6 milhões, oriundos do Governo do Estado, BID e Governo Federal, através do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). As obras beneficiam um total de 29.655 habitantes. Com a medida, Crateús tem seu sistema de esgotamento sanitário dobrado.
O empreendimento conta com duas estações elevatórias de esgoto, estação de tratamento, 59.302 metros de rede coletora e mais de 6.911 ligações prediais, o dobro das anteriores.
Com a finalização da ampliação do esgotamento sanitário, cerca de 75% da população do município está sendo beneficiada pelos serviços da Cagece. Crateús ainda receberá uma terceira etapa do sistema de esgoto, que está em fase de execução de projetos.

Governo do Ceará

OPINIÃO: forças do bem

A revoada de bandidos apavorados em fuga e a prisão de líderes acovardados podem ir além do espetáculo das imagens televisionadas? Podem servir para desfazer o retrato mitificado dessas criaturas? Estilhaçar o seu glamour de "vencedores", de endinheirados e poderosos? Tomara que sim. Traficantes "bem sucedidos" não podem continuar como referência positiva para adolescentes e crianças de comunidades sem outros modelos de vida "recompensadores".
Exemplar o cerco e a retomada de território no Complexo do Alemão, no Rio de Janeiro. Em vez de um confronto armado violento com vítimas inocentes, manobras planejadas com inteligência. Esforços conjuntos e apoio logístico para a missão traçada. Sem hipocrisia: uma situação de guerra é uma situação de guerra. O poder do estado enfrentou legitimamente o poder paralelo dos traficantes; guerreou com uma estratégia, com um código de ética e protegeu os civis. Era tempo.
O Complexo do Alemão não é uma favela num pedaço de encosta que se avista num único olhar. São muitas favelas interligadas que se estendem por cinco bairros suburbanos: Penha, Inhaúma, Olaria, Ramos e Bonsucesso. Bairros tradicionais e agradáveis antes do poder público permitir a ocupação desordenada de seus espaços vazios, deixando-os sem lei... Nem beira. Perderam até empresas e indústrias que partiram em retirada, abandonando seus galpões ao léu.
O casario clandestino se replicou na região. Ramificou-se criando um labirinto de ruelas e becos numa área ondulada, pontuada de elevações, encostas e grotas que passou a ser habitada por milhares de pessoas. Área que se transformou numa "cidade" intensamente povoada, mas desprovida de serviços urbanos: propícia para um reduto do tráfico de drogas.
No final de semana, a maior parte dos cariocas ficou de prontidão. Tensa. O Complexo do Alemão seria invadido por policiais civis, militares e federais; por fuzileiros navais e paraquedistas, numa operação com blindados das Forças Armadas. Quanto mais informação, mais angústia.
Por que tanta angústia? Porque havia o temor do Rio se transformar em palco de uma carnificina. E se a estratégia policial não desse certo? Se os bandidos, mesmo cercados, resistissem? Reagissem com alguma tática surpreendente?
Não dava para esquecer a "megaoperação" montada em junho de 2007, para invadir o mesmo Complexo do Alemão. Daquela vez houve a participação de policiais civis, militares e soldados da Força Nacional. O objetivo era atacar o refúgio, tomar o paiol de armas e munição, desarticular o centro de distribuição de drogas. A "megaoperação" terminou com 19 mortos e 13 pessoas feridas; entre elas sete vítimas de balas perdidas, como uma estudante que estava na escola e uma criança.
Desta vez, a maior diferença foi a aprovação popular entusiasmada com a superioridade de aparelhamento, que dava sentido à invasão para a retomada do território. Sobretudo os blindados da Marinha com suas "lagartas", os do Exército e os veículos do Bope. Havia a brigada paraquedista, os agentes das polícias Federal, Militar e Civil. Eram mais de dois mil homens em ação. E os moradores os ajudavam por meio do disque-denúncia e do jeito que podiam.
Para quem não costuma transitar pelas ruas do Rio, principalmente aquelas além dos limites da nobre Zona Sul, deve ser difícil entender a emoção de quem viu e sentiu as chamadas "forças do bem" triunfarem. Porém, é bastante simples. Quem mora longe do trabalho e batalha muito para criar os filhos, enxerga o "mal" naquilo que possa desgraçar sua família.

Ateneia Feijó é jornalista

Lula manda repórter se calar após pergunta sobre Sarney

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva se irritou nesta terça-feira ao ser questionado se agradeceria à "oligarquia Sarney" pelo apoio dado durante seu governo.
Na cerimônia que marcou o fechamento simbólico da primeira de 14 comportas da Usina Hidrelétrica Estreito, no Maranhão, erguida ao custo de R$ 4 bilhões na divisa do Maranhão com o Tocantins, estavam presentes a governadora Roseana Sarney (PMDB), e o aliado e ex-ministro de Minas e Energia, senador Edison Lobão (PMDB-MA).
Lula recomendou que o repórter [Leonêncio Nossa, do jornal O Estado de S. Paulo], autor da pergunta, fizesse "psicanálise".
"Eu agradeço [aos Sarney], e a pergunta preconceituosa sua é grave para quem está há oito anos comigo em Brasília. Significa que você não evoluiu nada do ponto de vista do preconceito, que é uma doença. O presidente Sarney é o presidente do Senado. E o Sarney colaborou muito para que a institucionalidade fosse cumprida. Você devia se tratar, quem sabe fazer psicanálise, para diminuir um pouco esse preconceito."
Roseana ainda disse que a pergunta demonstrava "preconceito contra a mulher".

Noblat

34 policiais militares (incluindo oficiais) são denunciados por receber Bolsa Família em Alagoas

Informativo que está sendo distribuído à imprensa (release) pela Polícia Militar de Alagoas:

Na tarde desta segunda-feira, 29, foi entregue ao Comandante Geral da PMAL, Cel Dário Cesar, uma relação de Policiais Militares, que têm filhos matriculados no Colégio da Polícia Militar Tiradentes (CPM), e recebem irregularmente o benefício do Bolsa Família do Governo Federal.
Na relação constam oficiais e praças, que burlam abertamente os critérios para a percepção de tal benefício, o grupo é composto por 34 policiais militares, podendo ainda existir mais gente envolvida no esquema.
O Bolsa Família é destinado aos alunos dos 06 aos 15 anos, que percebem até 01 salário mínimo, e estão abaixo da linha de pobreza, e possuam 85% de presença na sala de aula. Situação que não se encontra nenhum militar estadual. O valor da Bolsa é aproximadamente R$.100(cem reais).
O fato foi descoberto, quando a nova diretora do CPM, Ten Cel Maria de Fátima, iria encaminhar a relação dos beneficiários do trimestre para a Secretaria de Estado da Educação, e constatou com estranheza os nomes dos oficiais na citada lista.

VÍDEO: Ednaldo Lavor e o Sec. Paulo Hélter acompanham construção de ginásio em Alencar

Ednaldo Lavor e o Secretário Paulo Hélter diante do Ginásio Poliesportivo do Alencar

Na manhã desta segunda-feira, 29, o Distrito do Alencar recebeu a visita do Secretário de Esporte e Juventude de Iguatu, Paulo Hélter que acompanhado pelo Presidente da Câmara, Ednaldo Lavor, visitou o local onde está sendo construída a Quadra Poliesportiva do Alencar. A obra está em pleno andamento e promete ser um dos principais centros esportivos da cidade e região, “ recebi o convite do vereador Ednaldo Lavor, para visitar as obras deste local e prontamente aprovei a idéia, a construção está seguindo todas as normas corretas para a prática do esporte e teremos aqui nos próximos meses um dos principais centros esportivos do interior do Ceará” disse o secretário.
Para o Presidente da Câmara, Ednaldo Lavor, a quadra poliesportiva será mais que um ponto esportivo, “ pela estrutura que estamos recebendo, aqui teremos uma área de combate aos males que afligem os nossos jovens, aqui será praticado o esporte e automaticamente teremos o combate às drogas, o álcool, nesta quadra a juventude terá a possibilidade de ter o contato o esporte e quem sabe poderemos até descobrir grandes valores do futsal e tantas modalidades. Só temos que agradecer ao prefeito Agenor Neto que demonstra na sua gestão o carinho que o mesmo sente pelo nosso distrito, colocando o maior número de investimentos em obras da história da nossa região, isto é trabalho, isto é respeito pelo povo do Alencar” finalizou.
Vejam as imagens de como está avançada a construção da Quadra Poliesportiva que será um belo palco esportivo no Distrito.

OPINIÃO: Cadê o meu, pergunta o PMDB?

Presidente eleita, Dilma Rousseff começa a enfrentar sua maior dor de cabeça na montagem de sua equipe ministerial. Definir o espaço do PMDB em seu futuro governo. Os peemedebistas estão inquietos e desconfiados. Até aqui, ouviu mais falar em perdas do que em ganhos ministeriais. Sua fatia de poder cairia de seis para três pastas, confirmadas as articulações em curso da equipe dilmista.
Uma equação totalmente desfavorável para quem decidiu se aliar formalmente ao PT, indicar o vice da chapa e entregar um belo tempo de TV para Dilma Rousseff. Tanto que as queixas foram encaminhadas aos ouvidos da presidente eleita, que agendou reunião com seu vice, Michel Temer, presidente do PMDB e da Câmara dos Deputados.
O primeiro passo de Dilma para tentar acomodar o PMDB já foi dado. A presidente eleita sinaliza que pode deixar de lado seu desejo de colocar um nome de referência técnica, altamente qualificado, no Ministério da Saúde. Abandonaria a ideia de retirar a pasta do rateio político e a colocaria no seu comando um peemedebista ligado ao governador Sérgio Cabral (RJ).
Com isso, espera também baixar a temperatura interna dentro do próprio PMDB. Cabral resiste à nomeação de Moreira Franco para o Ministério das Cidades, uma indicação do vice Michel Temer. Pode mudar de posição se colocar na Saúde um nome ligado a ele. O mais falado é o de Sérgio Côrtes, seu secretário de Saúde.
Na equipe de transição, o que se diz é que, sobrevivendo ao sereno, Cortês tem tudo para emplacar. Traduzindo. Se não surgirem novas denúncias contra ele, que possam comprometer seu caminho, ele vira ministro da Saúde.
Por enquanto, o PMDB tem garantidas as pastas da Agricultura e Minas e Energia. Sonha e tem a promessa de comandar o Ministério das Cidades. Perderá o da Integração Nacional e o das Comunicações. Pode ficar com a da Saúde e manterá um que ele não contabiliza como seu, Defesa, com a manutenção de Nelson Jobim no posto.
Essa, porém, é a apenas a primeira das batalhas. A guerra vai prosseguir. Definidos os ministérios, há ainda toda distribuição das presidências e diretorias das principais estatais. O PMDB comanda uma boa parte do setor elétrico, manda na Transpetro, ocupa os Correios e tem na sua esfera de poder a Funasa, entre tantos outros cargos. Essa segunda batalha não ganha tanto destaque na mídia, mas é encarada pelos parlamentares, muitas vezes, como mais importante do que muito ministério pelo poder de fogo nas suas regiões.
Ou seja, o tempo é curto, falta apenas um mês para a posse de Dilma Rousseff, e ela tem pela frente muitos obstáculos para transpor.
Por Valdo Cruz

Campanha de Serra à Presidência tem dívida de R$ 9,6 milhões


A campanha de José Serra (PSDB) à Presidência deixou um rombo de R$ 9,65 milhões para o PSDB quitar. O PT, que não havia divulgado até as 18h de ontem o balanço de receitas e despesas, há uma semana tentava reduzir à metade a dívida de cerca de R$ 20 milhões da campanha de Dilma Rousseff.
O custo total desta eleição já é 42% maior se comparado ao de 2006, mesmo sem as contas finais de Dilma, Serra e dos 18 candidatos a governador --que têm até hoje para entregar o balanço ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral).
Sem a contabilização de dados do segundo turno, as eleições proporcionais mais caras ocorreram em Roraima onde os candidatos investiram em média R$ 96,30 por eleitor.
São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro foram os Estados que mais gastaram, em valores absolutos, para eleger seus representantes.
Os três maiores colégios eleitorais do país também foram os que tiveram maior número de candidatos. O custo do voto em São Paulo foi de R$ 15,91; em Minas de R$ 23,18 e, no Rio, R$ 18,26.
Os 16.683 políticos que prestaram contas ao TSE declararam uma despesa total de R$ 2,7 bilhões, média de R$ 20,41 por voto. O levantamento excluiu despesas de quem disputou o segundo turno e dos comitês financeiros de campanhas e partidos.
Neste ano, o gasto total das campanhas para presidente, governador, senador, deputado federal e estadual ultrapassará os R$ 3 bilhões.
Em 2006, os candidatos gastaram cerca de R$ 1,9 bilhão e, em 2002, as despesas ficaram em R$ 1,1 bilhão, valores corrigidos pelo IPCA.
Os gastos de Serra, orçados inicialmente em R$ 180 milhões, se aproximaram dos R$ 120 milhões, de acordo com Márcio Fortes, um dos responsáveis pela contabilidade do tucano. O maior volume de despesas foi relacionado à comunicação da campanha.
A dívida de R$ 9,65 milhões é bem menor do que a herdada da campanha de Geraldo Alckmin à Presidência em 2006, que terminou com deficit R$ 19,5 milhões --valor já quitado.
A estimativa de gastos da campanha de Dilma era, na semana passada, de R$ 170 milhões. O teto era de R$ 191 milhões.

Folha

43 municípios cearenses contestam dados do Censo

43 municípios cearenses contestaram os dados do Censo 2010, divulgados nesta segunda-feira, 29, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE). O levantamento apontou uma população cearense de 8.448,055 milhões de habitantes, o que representa um crescimento de 13,69%, se comparado com a última pesquisa feita em 2000, onde o total era de 7.430,661.

O chefe da Unidade Estadual do IBGE, Francisco José Moreira Lopes, disse que o serviço de revisão foi feito espontaneamente em 144 cidades, não só nas 43 em que houve contestação. Ele diz ainda que 13 municípios tiveram aumento no repasse de verbas do Fundo de Participação dos Municípios, e que oito sofreram redução.

A coordenadora técnica do Censo no Estado, Ana Eugênia Ribeiro de Almeida, informou que 14 mil domicílios deixaram de ser recenseados. Segundo ela, em algumas casas, o recenseador não era recebido pelo morador. Esses domicílios foram tidos como vazio. 


O Povo

Iguatu participa da Semana Nacional de Conciliação


As comarcas do Interior do Estado agendaram, até o fim da tarde desta segunda-feira (29/11), 11.135 audiências para a Semana Nacional da Conciliação, que teve início ontem e se estende até a próxima sexta-feira (03/12). Do total de audiências programadas, 9.898 são da área cível e 1.237 criminal. As audiências ocorrerão pela manhã e à tarde em todo o Estado.
No primeiro dia, o Interior realizou, até as 17h50, 986 audiências, que resultaram em 488 acordos, o que representa percentual de 49,49%. A Unidade com maior número de acordos foi o Juizado Especial Cível e Criminal (JECC) de Iguatu, com 96 audiências realizadas e 55 acordos. Em seguida, a Comarca de Ipu, que realizou 40 audiências e efetivou 26 acordos.

segunda-feira, 29 de novembro de 2010

Evandro Leitão começa a projetar temporada de 2011

Após a partida entre Ceará 1 x 1 Atlético/PR, realizada na noite de domingo (28), no Castelão, que garantiu a vaga do Alvinegro de Porangabuçu na Copa Sulamericana do próximo ano, o presidente da executiva do Vovô, Evandro Leitão, concedeu entrevista coletiva e esclareceu alguns pontos sobre o futuro do clube para a nova temporada.
Evandro Leitão: “Conquistar o título do Campeonato Cearense é nossa prioridade no primeiro semestre de 2011″





Time de Fora

Cearense fica entre vencedores da Olimpíada Nacional de Língua Portuguesa

O estudante, Cícero Augusto Carvalho Abreu, da Escola Pedro N Brito, no município de Graça (CE), está entre os 20 vencedores da Olimpíada de Língua Portuguesa Escrevendo o Futuro
A final da Olimpíada foi realizada nesta segunda-feira em Brasília, com a presença do presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva e do Ministro da Educação, Fernando Haddad.
Estudante concorre com outros 7 milhões
Cícero, que foi vencedor na categoria Memórias Literárias, concorreu com outros 7 milhões de alunos da rede pública participantes desta 2ª edição da Olimpíada, que alcançou 99% dos municípios brasileiros.
Nas quatro categorias – poema, memórias literárias, crônica e artigo de opinião –, foram recebidas 239.435 inscrições de professores de 60.123 escolas públicas de ensino Fundamental e Médio em todo o país.

Verdes Mares

PPS quer formar bloco de oposição com o PV

O PPS vai propor ao PV formar um bloco de oposição ao governo na Câmara dos Deputados, segundo o deputado Raul Jungmann (PPS-PE). Mais de cem representantes do partido participaram de encontro encerrado hoje (27), que discutiu os rumos do partido.

A união com o PV, que elegeu 15 deputados em outubro, visa a reunir número suficiente de parlamentares para conquistar lugares na Mesa Diretora e nas comissões da Câmara. O PPS elegeu 12 deputados federais nas últimas eleições. De acordo com Jungmann, a ideia é que o PSDB e o DEM também façam parte do bloco, mas as legendas ainda não se manifestaram.

“Se eles não quiserem ou não responderem [PSDB e DEM], vamos procurar o PV. Queremos espaço na Mesa [Diretora]”, disse o deputado.

No encontro, o presidente da sigla, Roberto Freire, descartou definitivamente uma fusão com o partido tucano. “Não queremos fusão [com o PSDB]. Queremos discutir e propor a social democracia”, reforçou Jungmann.

Diante dos atos de violência no Rio de Janeiro, membros do PPS, segundo Jungmann, defenderam a aprovação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 300, que fixa um salário nacional para policiais militares e bombeiros. No entanto, os governos federal e estaduais alegam que a proposta vai desequilibrar as contas, por provocar uma despesa extra estimada em R$ 43 bilhões. Com o impasse, as chances de a PEC ser apreciada este ano são mínimas.

Adriana Eva

Ciro Gomes irritado com o PSB (Eduardo Campos)

Ciro Gomes, que já foi a principal estrela do PSB, anda irritadíssimo.
É que seu lugar no estrelato da legenda foi tomado pelo governador reeleito de Pernambuco, Eduardo Campos.
E, como presidente nacional do partido, Eduardo Campos está indicando para uma vaga de ministro pelo PSB seu secretário de Desenvolvimento Econômico, Fernando Bezerra Coelho. Possivelmente no Ministério da Integração Nacional, que já foi comandado pelo próprio Ciro.
O ex-governador do Ceará e ex-candidato a presidente da República acabou sem a indicação formal de sua legenda para uma vaga no primeiro escalão de Dilma. Não deverá ficar sem nada. Mas será na cota da presidenta eleita.
Pior. Eduardo Campos já começa a se posicionar como o candidato do partido a presidente ou vice-presidente da República em 2014, fechando completamente os espaços para Ciro.

Poder Online

Bradesco nos Jogos Olímpicos de 2016

O Bradesco é o primeiro patrocinador nacional dos Jogos Olímpicos Rio 2016, com exclusividade nas categorias Serviços Financeiros e Seguros. O banco poderá utilizar o direito de associar sua marca aos Jogos Olímpicos Rio 2016 e ao Comitê Olímpico Brasileiro já a partir de 2011.
O valor mínimo estipulado pelo Comitê Organizador Rio 2016 para os patrocínios das categorias Serviços Financeiros e Seguros foi de R$ 570 milhões ou US$ 320 milhões (trezentos e vinte milhões de dólares), englobando aporte direto de recursos e a oferta de serviços financeiros, bancários e de seguros durante os Jogos.

Segundo Leonardo Gryner, diretor geral do Comitê Rio 2016, o Bradesco apresentou a melhor proposta, que contempla projetos de apoio ao desenvolvimento do esporte olímpico brasileiro e de promoção dos Jogos Olímpicos Rio 2016 no país. O Comitê Rio 2016 e o Bradesco apresentarão mais informações sobre a parceria nesta quinta-feira, dia 2 de dezembro, durante o lançamento oficial do Projeto Comercial dos Jogos, no Rio de Janeiro.

Claudia Penteado

Juiz condena empresa produtora de café a pagar indenização de mais de R$ 13 mil

A Moageira Serra Grande, produtora de café, foi condenada a pagar R$ 13.380,97 de indenização ao comerciário C.H.A.F.. A decisão é do juiz Fernando Luiz Pinheiro Barros, titular da 7ª Vara Cível da Comarca de Fortaleza.

Consta no processo (nº 32547-39.2009.8.06.0001/0) que, em dezembro de 2008, C.H.A.F. trafegava na avenida Coronel Matos Dourado, no bairro Antônio Bezerra, em Fortaleza, quando um caminhão da referida empresa colidiu em seu carro. Com a batida, o comerciário perdeu a direção do veículo e bateu no canteiro central.
Os estragos causados no carro de C.H.A.F. totalizaram R$ 9.230,97.

Nos autos, ele afirmou que o acidente lhe deixou psicologicamente perturbado e que ainda hoje se sente “nervoso para dirigir”. A vítima ajuizou ação indenizatória pleiteando R$ 9.230,97, por danos materiais, e R$ 13.950,00 como reparação moral.

A empresa se manifestou fora do prazo e, por isso, o magistrado declarou a revelia da parte. Na sentença, o juiz afirmou que o laudo pericial apresentado nos autos comprova o dano material sofrido por C.H.A.F..

O magistrado julgou a ação parcialmente procedente e determinou o pagamento de R$ 9.230,97 pela reparação material e de R$ 4.150,00 pelo dano moral. A decisão foi publicada no Diário da Justiça Eletrônico do último dia 24.

TJCE

Tribunal de Justiça do Ceará nomeia 350 aprovados em concurso público nesta terça-feira

O Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE) realiza, nesta terça-feira (30/11), a solenidade de nomeação dos analistas e técnicos judiciários aprovados no último concurso público da instituição. O ato, conduzido pelo desembargador Ernani Barreira Porto, presidente do TJCE, será a partir das 16h, no Buffet Barbara´s Cambeba, em Fortaleza.

Serão nomeados 350 novos servidores, sendo 280 analistas e 70 técnicos. O secretário de Recursos Humanos e Gestão do Fermoju, Ramiro Barroso, explicou que todas as 200 vagas constantes no edital do certame, realizado em 2008, foram providas no ano passado. Os 350 que estão sendo convocados, além das vagas previstas, se dá em virtude da necessidade de suprir a carência de servidores, sobretudo no Interior.

Além disso, as vagas de remoção que não foram preenchidas (30) serão providas por esses concursados. Ramiro Barroso afirmou que nos próximos dias 2 e 3, os nomeados participarão de seminário no Tribunal. “O objetivo é apresentar a estrutura e o funcionamento da Justiça estadual. Até a semana que vem, eles serão designados”.

O concurso, homologado pelo Tribunal Pleno em agosto de 2009, teve a organização do Centro de Seleção e Promoção de Eventos da Universidade de Brasília (Cespe/UnB).

TJCE

População cearense cresce 13,69% em 10 anos, diz IBGE

A população cearense é de 8.448.055 habitantes, segundo o resultado do Censo 2010, que o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou nesta segunda-feira, 29. Em relação ao Censo 2000, a população do Ceará cresceu 13,69% em uma década, o equivalente a 1.017.394 moradores.

De acordo com os números do IBGE, Fortaleza tem hoje 2.447.409 habitantes, sendo a quinta capital mais populosa do País, atrás somente de São Paulo (11.244.369), Rio de Janeiro (6.323.037), Salvador (2.676.606) e Brasília (2.562.963).

No Brasil, a população total é de 190.732.694 pessoas, segundo o resultado do Censo 2010. Comparando-se o resultado com o do último Censo, a população brasileira cresceu 12,3% em uma década, o equivalente a 20,9 milhões de brasileiros. Mas ritmo de crescimento, porém, foi inferior aos 15,6% verificado na década anterior (1991 a 2000).

A população, hoje, é ainda mais urbana do que há 10 anos. Em 2000, o IBGE apurou que 81% dos brasileiros viviam em cidades, contra 84% em 2010. A Região Sudeste continua sendo a mais populosa do Brasil, com 80.353.724 pessoas, embora tenha perdido participação na última década, de 42,8% para 42,1% da população brasileira.


O POVO

Concurso de presépios acontece nesta terça-feira (30)


Acontece nesta terça-feira, 30 de novembro, a seleção dos trabalhos inscritos no XV Concurso de Presépio Artesanal da Ceart – 2010. O certame é uma iniciativa da Primeira Dama Maria Célia Habib Moura Ferreira Gomes e da Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social (STDS) e tem por finalidade escolher os melhores trabalhos com a temática Presépio Artesanal produzidos por artesãos do Estado do Ceará.
 Para avaliar os trabalhos, a Ceart convidou personalidades da vida artística e cultural do Estado: Dodora Guimarães (produtora e curadora de arte), Neuma Figueiredo (promotora da Casa Cor), Celene Gurgel (decoradora), Leda Maria (jornalista).
Cada jurado deverá comparecer na Loja Ceart – Av. Monsenhor Tabosa 777, amanhã (30 de novembro de 2010), durante o horário comercial (9 horas às 17 horas) para fazer seu julgamento, levando em consideração os seguintes critérios: criatividade, matéria-prima, caracterização regional e originalidade.
O julgamento dará prioridade aos presépios considerados completos dos quais constem todas as figuras históricas da tradição natalina: Sagrada Família, Reis Magos, Animais e Estrela. Será considerado vencedor o presépio que obtiver da Comissão Julgadora, o maior número de votos. Os três primeiros lugares receberão, respectivamente, R$ 2.000,00,  R$ 1.000, 00 e R$ 600,00.
Os trabalhos ficarão expostos até o dia 06 de Janeiro de 2011, podendo ser retirados se forem vendidos antes da data marcada.Os participantes terão o prazo máximo de 12 ( doze ) dias úteis após o término da exposição, para retirarem seus trabalhos, ou seja do dia 07 à 19 de janeiro de 2011.
A exemplo do ano passado, haverá uma premiação extra, apontada pelos visitantes da loja onde os trabalhos estão exposto. O presépio escolhido por este critério dará ao seu autor um prêmio no valor de R$ 600,00.
Governo do Ceará

Copa 2014: Cid Gomes assinará ordem de serviço do Castelão no próximo dia 13


O Estádio será palco para a realização da Copa do Brasil FIFA 2014. Serão investidos na reforma do equipamento R$ 518 milhões.
O governador Cid Gomes assinará, no próximo dia 13 de dezembro, a ordem de serviço para as obras de reforma e ampliação do estádio Castelão. O equipamento será palco para a realização da Copa do Brasil FIFA 2014. O consórcio formado pelas empresas Galvão Engenharia S/A, Serveng Civilsan S/A e BWA Tecnologia de Informação LTDA, responsável pelas obras, investirá R$ 518 milhões no estádio. A data foi confirmada durante reunião realizada na última sexta-feira (26), na Residência Oficial, com o governador Cid Gomes, os secretários Ferruccio Feitosa (Esporte), Adahil Fontele (Infraestrutura) e representantes da Sociedade de Propósito Específico (SPE) formada pelos vencedores da licitação para a assinatura do contrato da primeira Parceria Público Privada do Estado.
As obras terão início pela parte externa, possibilitando assim a realização dos clássicos, da final e semifinal do primeiro turno do Campeonato Cearense de 2011. “Sempre tivemos um compromisso forte com o futebol cearense e por isso decidimos fazer um estudo mais detalhado do projeto de reforma, onde identificamos que seria possível realizarmos essas partidas sem prejudicar o andamento das obras”, reforça o secretário Ferruccio Feitosa.
Licitação
O resultado da licitação destinada à Reforma, Ampliação, Adequação, Operação e Manutenção do estádio Castelão foi divulgado pela Procuradoria do Estado do Ceará em sessão pública realizada no dia 29 de outubro. Nela, o consórcio formado pelas empresas Galvão Engenharia S/A, Serveng Civilsan S/A e BWA Tecnologia de Informação LTDA, foi declarado vencedor. As obras têm recursos totais no valor de de R$ 518.606 milhões, que incluem a operação do estádio por oito anos.
Ceará na Copa
Das quatro capitais nordestinas escolhidas como sedes do Mundial, Fortaleza será a única do Nordeste com capacidade para sediar uma semifinal, já que a arena cearense terá capacidade para 66.700 espectadores, quando o exigido pela Fifa é de 60 mil pessoas. Em relatório oficial, a FIFA afirmou que o projeto do Castelão está apto para este fim, tendo em vista o detalhamento dos espaços descritos e a qualificação das áreas, especialmente de atletas, hospitalidade, VIP e imprensa.

Inter divulga lista dos 23 jogadores que vão ao Mundial de Clubes

O Inter divulgou nesta segunda a lista de 23 jogadores que vai ao Mundial de Clubes de Abu Dhabi. A relação confirma a presença do goleiro Lauro e exclui jogadores como o atacante Edu e o zagueiro Sorondo.

O Inter havia enviado à Fifa uma lista prévia com 30 jogadores e apresentou a relação final nesta segunda, prazo final dado pela entidade. A divulgação ocorreu por volta das 17h40 e chegou a ser "furada" pelo goleiro Lauro, que no seu Twitter comemorou a presença. "Muito feliz pela oportunidade de estar entre os 23 convocados para essa grande missão em Abu Dabhi", escreveu Lauro, que disputava com o jovem Muriel a vaga de terceiro goleiro.

Foram cortados da relação o goleiro Muriel, o lateral Bruno Silva e o zagueiro Sorondo, além de quatro atacantes: Ilan, Marquinhos, Eduardo Sasha e Edu. Por causa de uma cirurgia no pé, Ilan já havia sido cortado. O uruguaio Sorondo recuperava-se de lesão e acabou ficando de fora. Já o atacante Edu foi excluído da relação final por uma opção do técnico Celso Roth.

"É um jogador que foi contratado para jogar, não conseguiu se firmar, mas ainda tem seis meses de contrato", afirmou o vice-presidente de futebol, Fernando Carvalho, logo após a divulgação.

Menos atacantes, mais defensores


Cortando atacantes, o treinador do Inter acabou optando por garotos que atuam na defesa, como o lateral direito Daniel e o zagueiro Juan, que também atua na lateral esquerda. O volante Derley acabou sendo convocado já que Glaydson, na mesma posição, ainda não está com 100% de suas condições físicas. "Todas as posições estão cobertas por dois atletas e com alternativas táticas. É um grupo bem balanceado para disputar o Mundial", opinou Carvalho.

Um dos destaques fica por conta do reserva Oscar, 19 anos, uma das promessas do Inter para a competição. Outro detalhe que chama atenção na lista é que o volante Wilson Matias, atualmente titular, acabou ficando com o número 20, enquanto Giuliano foi listado como número 8.

Depois de encerrar sua participação no Brasileiro, nesta quinta-feira contra o Grêmio Prudente, o Inter segue treinando no Beira-Rio e parte para os Emirados Árabes no dia 8 de dezembro. A estreia no Mundial acontece no dia 14, diante do vencedor do confronto entre Pachuca e Mazembe. A final acontece no dia 18.

UOL

Projeto do Senado Federal permite censurar pesquisas eleitorais

O projeto de lei 93/2010 que está em processo de aprovação no Senado é um atentado à liberdade de informação, à Constituição e à lógica. O texto prevê não uma, mas três maneiras de censurar e inviabilizar as pesquisas eleitorais feitas até um mês antes da votação:
1) que o plano amostral das pesquisas seja aprovado por pelo menos 2/3 dos candidatos;
2) que a amostra seja de pelo menos 0,01% do eleitorado;
3) que os resultados sejam ponderados exclusivamente por dados populacionais do IBGE.
A primeira exigência já basta para, na prática, dar poder aos candidato de vetar a divulgação de qualquer pesquisa. Se aprovada a lei, uma única pessoa terá o poder de impedir que 186 milhões de brasileiros saibam qual a preferência do eleitorado.
Imagine um segundo turno (ou um primeiro turno com apenas dois candidatos): se não menos do que 2/3 deles precisam aprovar o plano amostral, na prática, significa ambos. Em outras palavras, se o candidato A aprovar, mas o B não, a pesquisa não poderá ser divulgada.
Na verdade, bastará ao candidato que tiver menos intenções de voto não se pronunciar sobre o plano amostral que isso já implicará a rejeição da pesquisa, porque o brilhante texto dos senadores não especifica como nem quando os candidatos devem aprovar a amostragem.
Na eleição presidencial de 2010 havia nove candidatos. Se quatro dos cinco nanicos que tiveram menos de 90 mil votos (e que corretamente nunca pontuaram nas pesquisas) não aprovassem o plano amostral, não saberíamos nada sobre a sucessão no último mês do primeiro turno.
Viradas no segundo turno seriam automaticamente censuradas, pois o candidato que começasse a perder eleitores impediria que as pesquisas viessem a público (a lei não proíbe os candidatos de fazerem pesquisas para consumo próprio).
Não contentes em dar poder de censura a si próprios e a seus colegas, os senadores se meteram a estatísticos. Estipularam que a amostra terá que ter no mínimo 0,01% do eleitorado. O texto é omisso, mas supõe-se que seja o eleitorado apto a votar em cada eleição.
No pleito presidencial de 2010, as pesquisas feitas até 30 dias antes do primeiro turno e todas as do segundo turno teriam que ter pelo menos 13.580 entrevistas. Isso inviabiliza financeiramente a execução das pesquisas, pois seu custo aumentaria em até sete vezes.
O pior é que os senadores tomaram essa decisão sem nenhuma base científica: até as carteiras dos cursos de estatística sabem que o tamanho da amostra independe do tamanho do universo pesquisado.
Pesquisas para presidente e pesquisas para prefeito são feitas com o mesmo tamanho de amostra. Ele varia de acordo com o grau de precisão: 800 entrevistas dão margem de erro de 3 pontos porcentuais, 2 mil entrevistas dão 2 pontos, 10 mil dão 1 ponto, 13.580 dariam 0,9.
Ou seja, o custo é multiplicado por cinco, mas só diminui em 1 ponto porcentual a margem de erro. Não compensa. Por isso nenhum instituto faz e ninguém contrata pesquisas com amostras desse tamanho.
Finalmente, os senadores se arvoraram a declarar que o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) é a única fonte possível de dados para servirem de base à ponderação das cotas de sexo, idade e renda das pesquisas.
Os dados municipais do IBGE são captados de 10 em 10 anos, nos Censos. Ou seja, estarão desatualizados em 2012 e ainda mais em 2016. Pior, levada ao pé da letra, a lei proíbe os institutos de ponderar os resultados pela abstenção, já que a fonte é a Justiça eleitoral e não o IBGE.
Ironicamente, o órgão que aprovou esse texto obscurantista e desinformado chama-se Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática do Senado. Ela pegou carona no projeto 93/2010 do senador Eduardo Azeredo (PSDB-MG).
Mas a inspiração do parágrafo 6º do artigo 33 do projeto foi um texto do senador Jarbas Vasconcellos (PMDB-PE). É o parágrafo que obriga a aprovação do plano amostral por 2/3 dos candidatos e estipula o tamanho mínimo da amostra.
Jarbas foi candidato a governador de Pernambuco em outubro passado. Sofreu uma das derrotas mais acachapantes desta eleição: recebeu apenas o equivalente a 17% dos votos do vencedor. Certamente não foi por culpa das pesquisas.

Por José Roberto de Toledo

Seis em cada dez brasileiros vão usar 13º salário para pagar dívida

Pagar dívidas é o destino do 13º salário da maioria dos brasileiros. Segundo pesquisa da GfK obtida pela Folha, 60,6% das pessoas que vão receber o benefício usarão os recursos para quitar débitos.
De acordo com o levantamento, que ouviu 400 pessoas em 12 regiões metropolitanas do país, essa finalidade vai consumir em média 42% do 13º dos entrevistados.
O percentual sobe entre as classes C e D (54% em média), mas também é alto entre as pessoas de alta renda (32% nas classes A e B). Isso indica que o endividamento não é reflexo apenas da carência de dinheiro, mas também da impulsividade e da falta de planejamento.
A boa notícia é que, de acordo com a pesquisa, o segundo principal destino do 13º dos brasileiros (em média 20% dos recursos) será a poupança e os investimentos, o que mostra a intenção em se precaver para as necessidades futuras ou juntar para comprar itens de maior valor.
Presentes e viagens são o terceiro e o quarto maiores focos de gastos. Até porque dinheiro também é consumo e lazer.

Por MARIANA SCHREIBER

www.iguatu.net: diretor do SAAE fala sobre sistema de abastecimento de á...

Divulgada a capa da Playboy de dezembro com Letícia Birkheuer

A capa da edição de dezembro da revista Playboy, com a atriz, modelo e apresentadora Letícia Birkheuer foi divulgada nesta segunda-feira (29). O ensaio que foi fotografado pelo americano Greg Lotus ganhou uma capa bem discreta, mas, segundo Letícia, não é que está no recheio da revista.
“Esse é o primeiro ensaio da Playboy que não tem nenhuma peça de roupa, nenhuma joia, nada no cabelo, nem mesmo salto alto. É uma visão bem naturalista da mulher. Minha vida toda foi de pés descalços”, revelou a modelo para o jornal O Dia.
Letícia escreveu em seu Twitter falando sobre a capa: "Bom dia, galera! Amei a primeira capa da Playboy! Calma que terão duas capas, galera!". Ainda aproveitou para agradecer o editor da revista, Edson Aran. "O Aran disse que mulher linda basta o rosto na capa! Obrigada", escreveu a apresentadora do quadro Menina Fantástica, do programa dominical Fantástico.

CHARGE: nova morada ?

OPINIÃO: Bandeiras de guerra

As imagens das bandeiras do Brasil e do Rio de Janeiro hasteadas no alto do Complexo do Alemão simbolizavam, ontem, a vitória das forças policiais e militares sobre o tráfico naquele território. Sim. Mas eram, também, imagens para consumo da mídia -nacional e sobretudo a internacional.
Estão em jogo, neste momento, a competência do país para sediar a Copa de 2014 e a do Rio para receber a Olimpíada em 2016.
Na sexta, o "Le Monde" dizia: "Violência acirra as dúvidas sobre a capacidade de o Brasil organizar a Copa e os Jogos". O "The Guardian" foi mais direto: "O Brasil está tentando limpar a cidade à beira-mar antes da Copa e dos Jogos Olímpicos". Nada como um jornal britânico para nos dizer as coisas...
Com tudo o mais atrasado, a "limpeza à beira-mar" talvez seja a primeira obra de infraestrutura do país a fim de viabilizá-lo aos interesses bilionários envolvidos nos jogos esportivos globais.
Ninguém seria louco de dizer que se trata, desta vez, de uma limpeza cosmética, para inglês ver. Nunca as forças repressivas do Estado haviam enfrentado os traficantes com tanta determinação e força organizada. Organizada demais para quem foi apanhado de surpresa.
Há coisas ainda muito mal esclarecidas nisso tudo. O ministro da Justiça, Luiz Paulo Barreto, disse anteontem que não havia nenhum indício de que a ordem para incendiar a cidade havia partido de dentro dos presídios de segurança máxima. Isso, no entanto, vem sendo repetido como fato inconteste.
Outro exemplo é o do suposto bilhetinho deixado como recado num dos ônibus incendiados: "Com UPP não há Olimpíada". Você acredita que um traficante escreveria isso?
Seria muito impatriótico perguntar a quem interessaria o pânico que se instalou no Rio? E estranhar que isso tenha ocorrido logo após as eleições? São dúvidas e desconfianças que fariam bem ao jornalismo que não deve favores a Sérgio Cabral e busca a verdade.

Por FERNANDO DE BARROS E SILVA

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails