terça-feira, 27 de setembro de 2011

2º Conferência Municipal da Juventude em Iguatu, nesta quinta-feira(29)


Com o tema “Juventude, desenvolvimento e efetivação dos direitos”, o prefeito de Iguatu, Agenor Neto convida a todos para os trabalhos da 2ª edição da Conferência Municipal da Juventude que acontece nesta quinta-feira, 29, na Escola de Música Popular de Iguatu.
A Conferência objetiva elaborar um documento sobre políticas públicas para a juventude garantindo o acesso a atividades culturais, sociais e econômicas. Além de ser um espaço aberto de debate e participação dos jovens do município.
Por meio da Secretaria do Esporte e Juventude e da Coordenadoria da Juventude do município a Prefeitura de Iguatu realiza o encontro que abordará três eixos temáticos: Juventude: democracia, participação e desenvolvimento nacional; Plano Nacional de Juventude: prioridades 2011-2015, e Articulação e integração das políticas públicas de juventude.

Os debates dos três eixos temáticos acontecem na quinta-feira, 29, nas salas da Escola de Música e no mesmo dia serão eleitos os delegados que representarão Iguatu na Conferência Estadual da Juventude.

Para o Presidente do Conselho de Juventude Idevan Martins o apoio da Prefeitura de Iguatu significa um momento de educação política. “A política pública de juventude no país a gente sabe que teve um avanço no Governo Lula, e aqui em Iguatu se deu após o Prefeito Agenor Neto assumir, iniciou-se quando o prefeito criou a coordenadoria de juventude do município, onde a partir daí houve uma efetivação das políticas para a juventude do município.”, pontua.

Cantora Maruça Rodrigues fará apresentação em Iguatu


Depois de uma turnê na europa, especialmente por cidades da Itália, a artista Maruça Rodrigues apresenta em Iguatu seu novo show: “Brasil Tropical”.
O concerto foi inspirado na musicalidade brasileira que integra o imaginário popular quando se fala em música brasileira, não apenas aqui mas também, na vivência da artista no exterior.
O  show acontecerá no dia 29 de setembro, quinta-feira, as 19h no auditório do SESC de Iguatu.
Uma grande homenagem a compositores como Chico Buarque, Caetano Veloso, Tom Jobim e Vinícius de Morais e outros importantes personagens dessa produção musical que é tão plural mas, ao mesmo tempo com elementos tão singulares.
Trajetória artística
Os primeiros acordes de Maruça surgiram como violista na Orquestra do SESI, sob a regência do maestro Vasquen Fermanian, reverberando para o canto coral, com a participação no grupo De Angelis e ganhando total amplitude no show “Mundana”, o primeiro de muitos que faria ao longo de sua trajetória e um prenúncio do que viria a ser: uma cidadã do mundo.  A intérprete radicou-se por 17 anos na Itália, a convite de músicos daquele país.
Por nove anos integrou a Banda Favela, grupo da cidade de Bologna, com o qual viajou em inúmeros shows e lançou o CD “Banda Favela – O Ritmo Misturado”. Compõem sua discografia os CDs “Utukutu” e “Tropical Especial”, além de várias coletâneas européias em que sua voz traduziu a força e elegância da música brasileira, com destaque para a preciosa contribuição de Ronaldo do Bandolim e DJ Marco Polo.
Participou de duas edições do “Veneto Jazz Festival” e “Marostica Jazz Festival” (Itália), fez turnês pela Europa e no Japão cantou no “Motion Blues”, em Yokohama. O show “Bossas e sambas trio” traz a vivência, musicalidade e alegria de Maruça através de clássicos da MPB e canções autorais com o “desejo de contar histórias e estórias… pra falar de amor e saudade”.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails