segunda-feira, 16 de maio de 2011

Surdos fazem manifestação na AL para garantir ensino diferenciado

Cerca de 500 alunos do Instituto dos Surdos e Instituto Filippo Smaldone e representantes de outras entidades voltadas a pessoas especiais fizeram manifestação na manhã desta segunda-feira (16/05) na Assembleia Legislativa, pela manutenção de escolas especiais para surdos. O ato é um protesto contra a integração dos surdos nas escolas comuns, prevista pelo Plano Nacional de Educação (PNE) e o possível fechamento das unidades de educação diferenciada para os portadores de deficiência auditiva.

O tema será apreciado na audiência pública da Comissão Especial do PNE, da Câmara Federal, que acontece nesta manhã no Legislativo estadual.

De acordo com a professora Juliana Brito, diretora do Instituto dos Surdos, a medida seria altamente prejudicial para os alunos, pois as escolas regulares não teriam como atender as necessidades dos surdos. Segundo ela, não basta colocar um intérprete em cada sala de aula, porque isso criaria mais uma barreira entre professores e estudantes.

Juliana destacou ainda que os alunos nas séries iniciais precisam também de um pedagogo bilíngue, para que possam ser iniciadas em seu primeiro idioma, que é a Libras (Língua Brasileira de Sinais), o que provavelmente não irá existir nas escolas regulares. Além disso, o material próprio para os estudantes especiais deve ser diferenciado, obedecendo às especificidades deste tipo de aprendizado.

A professora defendeu que em vez de extinguir as escolas voltadas para o aprendizado especial de surdos-mudos, o MEC deveria trabalhar no sentido de produzir material didático próprio para esses alunos. Segundo ela, a carência é grande e o aprendizado prejudicado.

Apesar de uma população de surdos calculada entre 160 mil e 240 mil, em todo o Ceará, aproximadamente, segundo a professora, apenas pouco mais de mil alunos são atendidos pelas duas escolas voltadas para surdos existentes no Estado, ambas localizadas em Fortaleza. Ou seja, há uma enorme demanda reprimida.

Devido às deficiências da rede de ensino, um grande número de alunos de Fortaleza é oriundo de outros municípios. Juliana informou que no Instituto recebe jovens de Horizonte, Maracanaú, Quixadá, Maranguape, Caucaia, Eusébio e Itaitinga. Ela admite que muitas pessoas que não têm condições de se deslocar até a Capital ficam desassistidas.
JS/CG

V Encontro Estadual de Jornalistas e Radialistas do Estado do Ceará, acontecerá em Quiterianopolis, dia 03 de Junho

No próximo 03 de Junho, sexta, acontecerá o V Encontro Estadual de Jornalistas e Radialistas do Estado do Ceará, em Quiterianopolis, regiões dos Inhamuns.
Recebemos em nossa redação o Presidente da Associação Cearense de Jornalistas do interior – ACEJ, Amaury Alencar, onde na oportunidade o mesmo explanou sobre o encontro, bem como convidou todos os veículos de comunicação a se fazerem presentes.
O Encontro é um momento impar, tendo como intuito confraternizar e unificar a imprensa, e, sobretudo discutir idéias e alternativas que venha de encontro a propor melhores reivindicações para o engrandecimento da classe com um todo.
Na programação estão previstas palestras, com Secretário de Saúde do Estado do Ceará Dr. Arruda Bastos, a Secretaria de Educação Básica do Estado do Ceará Dra. Izolda Cela, com o Coronel Francisco Bezerra, Secretario de Segurança Pública e Cidadania do Estado do Ceara e com o Dr. Paulo Henrique Lustosa Presidente do Copam.
A abertura do encontro se dará pelo Vice-Governador do Estado do Ceará, Domingos Aguiar Filho e pelo Senador da República Eunício Oliveira, e demais parlamentares que irão compor a mesa.
Na mesma data, haverá a comemoração dos 24 anos de emancipação política de Quiterianopolis, havendo maratonas e demais atividades durante todo o dia, que culminará a noite, com o show da Banda Aviões do Forró.
Confira a entrevista na integra, com Amaury Alencar, Presidente da Associação Cearense de Jornalistas do interior – ACEJ:


Por André Costa para o www.iguatu.net

Carro do Ronda é apedrejado e militar golpeado com uma garrafa no Bairro João Paulo II

Foto da viatura apedrejada em Iguatu - Alex Santana
Neste sábado,14, por volta das 21:20 horas, a Policia Militar foi solicitada para conter um tumulto na praça do Conjunto João Paulo II, Iguatu/CE.

A POLICIA MILITAR através da RD 1252 SD PM WILTON, SD PM MATOS e SD PM SANTOS juntamente com a RD 1238 composta pelo SD PM NERY SD PM INALDO SD PM IRANILTON e a VTR 2445 composta pelo CB PM JORGE , SD PM KELLIS e SD PM ADILLES compareceu ao local e solicitou apoio das VTRs para conter a população que reagiu a abordagem dos policias militares, os elementos ANTONIO GOMES UCHOA, 26 anos, e LAERTE GOMES UCHOA, 21 anos, que estavam promovendo violência sonora com o veiculo PARATI de placa: LUB 0268/RJ. Um terceiro elemento DJAILSON OLIVEIRA DA SILVA, 21 anos, que jogou uma pedra na RD 1238 quebrando o vidro lateral direito e traseiro, depois jogou uma garrafa que atingiu o SD PM ADILLES na cabeça, que foi socorrido ao Hospital Regional de Iguatu/CE onde foi medicado e liberado. Os 03 elementos foram conduzidos à DRPC de Iguatu para os devidos procedimentos.

Fonte: www.iguatu.net

LIF firma convênio com a Prefeitura Municipal e fará repasse de R$ 7.800,00 aos clubes do Campeonato Iguatuense

Kekel, Agenor Neto e Bento
A Liga Iguatuense de Futebol firmou convênio com a Prefeitura Municipal de Iguatu no valor de R$ 30.000,00 (trinta mil reais), que será repassado em 03 (três) vezes iguais de R$ 10.000,00 (dez mil reais) para a entidade.
Segundo o presidente da LIF, Pedro Hélker (Kekel), esse convênio é oriundo de um compromisso assumido pelo Prefeito Agenor Neto e será destinado à ajuda de custo aos clubes da primeira e segunda divisão, ao pagamento de premiações, à realização do campeonato da terceira divisão no segundo semestre e ao pagamento de outras despesas do campeonato que ora acontece.
Pedro Hélker disse ainda, que a diretoria da LIF se reunirá para marcar local e data da entrega da ajuda de custo aos clubes e também para definir o valor das premiações.
O valor da ajuda de custo aos clubes será de R$ 300,00 (para cada cube da segunda divisão) e R$ 600,00 (para cada clube da primeira divisão), perfazendo um total de R$ 7.800,00.
O repasse dos valores aos clubes está previsto para a próxima semana, antes do início das semifinais da competição, marcadas para os dias 21/22 e 28/29 de maio próximo.
Sobre o repasse, um dos atletas e diretor da equipes dos Paraibanos, o senhor Claudemir (Bico de Pão) comentou: “Essa ajuda chega em boa hora, pois as equipes tiveram muitas despesas e temos pela frente uma semifinal importante contra o Gameleira. Parabenizamos à Liga Iguatuense pela organização do campeonato e agradecemos ao prefeito Agenor Neto pela atenção que vem tendo com os clubes.”.
Documentos Necessários para receber a Ajuda de Custo
A diretoria da LIF informa aos clubes que a quantia será paga aos presidentes ou vice-presidentes de clubes, que deverão comparecer ao local marcado portando os seguintes documentos: RG, CPF, comprovante de endereço do presidente ou do vice-presidente e cópia da ata da última eleição da diretoria do clube respectivo.

Blog da Liga Iguatuense de Futebol

Tv Iguatu.Net: Mulheres recebem comenda Zilda Arns em Iguatu


Para aqueles que não puderam estar na entrega da comenda Zilda Arns a TV Iguatu.net produziu um resumo dos melhores momentos da sessão solene.

Foram homenageadas a Albaniza Bezerra Lima de Lavor,Diana Sousa Silva Mendonça ,Elisa Elizete Bastos, Enilce Alves de Carvalho ,Francisca Nunes Diniz de Souza,Maria de Fátima Siqueira Lopes,Maria Ivanilda de Souza Bandeira,Maria Rosa Carlos ,Marieta Gonçalves Vieira, Neidimar Lopes Martins de Souza ,Sulenia Sampaio de Oliveira Souza.

Abertura da Festa de Santa Rita em Iguatu

Fiéis lotaram a capela na noite desta sexta-feira,13

Com muita alegria e emoção dos fiéis, foi aberta na noite desta sexta-feira (13) mais uma festa de Santa Rita de Cássia, padroeira do Bairro Sete de Setembro em Iguatu. Às 19h, teve início a celebração de abertura dos festejos em homenagem a santa que acontecerá até o dia 22 de maio.

A capela está localizada nas proximidades do cemitério Senhora Santanna e este ano os fiéis celebram a festa com o seguinte tema, “ Com Jesus Cristo e Santa Rita celebramos o Ano Jubilar”.

Por volta das 05h aconteceu a alvorada e à noite foi realizada a primeira novena que teve uma boa participação popular.

Dentre os devotos encontramos a bela criança, Lourdes de Lima, de 10 meses, participou nesta sexta-feira, pela primeira vez na vida da abertura dos festejos na Capela de Santa Rita de Cássia. Ela não estava ali por acaso: seu nascimento e a boa saúde que goza foram pedidos feitos por sua mãe, Mariana de Lima. "Quando nasceu o meu primeiro filho, há quatro anos, tive complicações gravíssimas no parto e ele teve que ficar internado. Daí, tinha muito medo durante a gravidez dela. Ano passado, neste mesmo dia, estive aqui grávida e pedi a Santa Rita de Cássia que me protegesse e que eu pudesse sair da maternidade carregando minha filhinha e, por graça dela, aqui está a Lourdes” declarou.

Vejam mais fotos:







História da santa

Rita nasceu provavelmente no ano 1381 em Roccaporena, uma aldeia situada na Prefeitura de Cássia na provincia de Perugia, da Antonio Lotti e Amata Ferri. Os seus pais eram crentes e a situação econômica não era das melhores, mas decorosa e tranqüila.

 

A história de S. Rita foi repleta de eventos extraordinários e um destes se mostrou na sua infância.

A criança, talvez deixada por alguns minutos sozinha em uma cesta na roça enquanto os seus pais trabalhavam na terra, foi circundada da um enxame de abelhas. Estes insetos recobriram a menina mas estranhamente não a picaram. Um caipira, que no mesmo momento havia ferido a mão com a enxada e estava correndo para ir curar-se, passou na frente da cesta onde estava deitada Rita. Viu as abelhas que rodeavam a criança, começou a mandá-las embora e com grande estupor, a medida que movia o braço, a ferida se cicatrizava completamente.

 

A tradição nos diz que Rita tinha uma precoce vocação religiosa e que um Anjo descia do céu para visitá-La quando ia rezar em uma pequena mansarda.

 

S. RITA ACEITA DE CASAR

Rita teria desejado ser monja todavia ainda jovem (a 13 anos) os pais, já idosos, a prometeram em casamento a Paulo Ferdinando Mancini, um homem conhecido pelo seu caráter iroso e brutal. S. Rita, habituada ao dever não opôs resistência e se casou com o jovem oficial que comandava a guarnição de Collegiacone, presumivelmente entre os 17-18 anos, isto é em torno aos anos 1387-1388.

 

Do casamento entre Rita e Paulo nasceram dois filhos gêmeos; Giangiacomo Antonio e Paulo Maria que tiveram todo o amor, a ternura e os cuidados da mãe. Rita conseguiu com o seu doce amor e tanta paciência a transformar o caráter do marido, o fazendo ser mais dócil.

 

A vida conjugal de S. Rita, passado 18 anos, foi tragicamente terminada com o assassinato do marido, durante a noite, na Torre de Collegiacone a alguns kilometros de Roccaporena quando voltava para Cássia.

 

O PERDÃO

Rita ficou muito aflita pela atrocidade do acontecimento, procurou proteção e conforto na oração com assíduas e ardentes preces no pedir a Deus o perdão dos assassinos do seu marido.

Contemporaneamente, S. Rita formulou uma ação para chegar à pacificação, a partir dos seus filhos, que sentiam como um dever a vingança pela morte do pai.

Rita se deu conta que a vontade dos filhos não era di perdão, então a Santa implorou ao Senhor oferecendo a vida dos seus filhos, a fim de não vê-los manchados de sangue. "Eles morreram antes de completar um ano da morte do pai"...

 

Quando S. Rita ficou sozinha, tinha pouco mais de 30 anos e sentiu reflorescer no seu coração o desejo de seguir aquela vocação que na juventude tinha desejado realizar.

 

S. RITA SE TRANSFORMA EM MONJA

Rita pediu para entrar como monja no Mosteiro de S. Maria Madalena, mas por três vezes lhe foi negado, porque viúva de um homem assassinado.

A legenda narra que S. Rita conseguiu superar todos os impedimentos e portas fechadas graças à intercessão de S. João Batista, S. Agostinho e S. Nicola de Tolentino que a ajudaram a voar da “Rocha” até o Convento de Cássia em um modo a Ela incompreensível. As monjas convencidas do prodígio e do seu sorriso, a acolheram e lá Rita permaneceu por 40 anos submersa na oração.

 

O MILAGRE SINGULAR DA ESPINHA

Era sexta-feira Santa de 1432, S. Rita voltou ao Convento profundamente confusa, depois de ter escutado um predicador reinvocar com ardor os sofrimentos da morte de Jesus e permaneceu orando na frente do crucifixo em contemplação. In um momento de amor S. Rita pediu a Jesus de condividir pelo menos em parte, os Seus sofrimentos. Aconteceu então o prodígio: S. Rita foi perfurada por uma espinha da coroa de Jesus, na testa. Foi um espasmo sem fim. S. Rita teve a ferida na testa por 15 anos como sigilo de amor.

 

VIDA DE SOFRIMENTO

Para Rita os últimos 15 anos foram de sofrimento sem trégua, a sua perseverança na oração a levava a passar até 15 dias correntes na sua cela "sem falar com ninguém se não com Deus", além do mais usava também o cilicio que lhe dava tanto sofrimento, submetia o seu corpo a muitas mortificações: dormia no chão até que se adoentou e ficou doente até os últimos anos da sua vida.

 

O PRODÍGIO DA ROSA

Após 5 meses da morte de Rita, um dia de inverno com a temperatura rígida e um manto de neve cobria tudo, uma parente lhe foi visitar e antes de ir embora perguntou à Santa se Ela desejava alguma coisa, Rita respondeu que teria desejado uma rosa da sua horta. Quando voltou a Roccaporena a parente foi à horta e grande foi a sua surpresa quando viu uma belíssima rosa, a colheu e a levou a Rita.

 

Assim S. Rita foi denominada a Santa da "Espinha" e a Santa da "Rosa".

 

S. Rita ante de fechar os olhos para sempre, teve a visão de Jesus e da Virgem Maria que a convidavam no Paraíso. Uma monja viu a sua alma subir ao céu acompanhada de Anjos e contemporaneamente os sinos da igreja começaram a tocar sozinhos, enquanto um perfume suavíssimo se espalhou por todo os Mosteiro e do seu quarto viram uma luz luminosa como se fosse entrado o Sol. Era o dia 22 Maio de 1447.

 

S. Rita da Cássia foi beatificada 180 anos depois da sua subida aos céus e proclamada Santa após 453 anos da sua morte.

Fonte: www.iguatu.net

Procissão em homenagem a Fátima mobiliza centenas de fiéis em Iguatu

Momento em que tem início a procissão
Centenas de fiéis e devotos emocionados participaram na noite de ontem, 13, da procissão de Nossa Senhora de Fátima. O evento, que é realizado anualmente, encerrou os festejos da Capela da Nossa Senhora Fátima, localizada no Bairro Veneza.

A procissão, as 18h, teve como ponto de partida a Avenida Perimetral em frente à capela e passou por várias ruas do Bairro. Em seguida aconteceu a celebração da missa que foi realizada pelo Padre Cícero Gonçalves Lemos.

Centenas de populares participaram da procissão e prestigiaram a homenagem da Igreja de Nossa Senhora de Fátima. Segundo a devota Lourdes Martins, a festa desse ano foi uma das maiores dos últimos anos. “Todos os dias, a igreja estava lotada e os devotos compareceram mesmo quando chovia. Tivemos um público nos dias em homenagem a nossa senhora acima do esperado” disse.

Marluce de Morais, dona de casa, estava emocionada. "Participo todo ano da procissão. Acho que o mundo está atribulado e com muita violência. Em minhas orações peço paz e agradeço por tudo que Nossa Senhora de Fátima tem feito por mim". A advogada Flávia Nogueira seguiu a mesma linha. "Moro no Bugi, mas fiz questão de vir acompanhar a procissão, pois também sou devota de Nossa Senhora".

A história

Nossa Senhora de Fátima ou Nossa Senhora do Rosário de Fátima é uma das designações atribuídas à Virgem Maria que, segundo a Igreja Católica, apareceu a três pastores, crianças na época das aparições, no lugar de Fátima. A primeira aparição teria acontecido no dia 13 de Maio de 1917. Estas aparições teriam continuado durante seis meses seguidos, sempre no mesmo dia. A aparição é associada também a Nossa Senhora do Rosário, por isso a combinação dos dois nomes - dando origem a "Nossa Senhora do Rosário de Fátima" - pois, segundo os relatos, "Nossa Senhora do Rosário" teria sido o nome pelo qual a Virgem Maria se haveria identificado, dado que a mensagem que trazia era um pedido de oração, nomeadamente, a oração do Santo Rosário.

Vejam mais fotos:







Fonte: www.iguatu.net

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails