sábado, 2 de outubro de 2010

TV Problemas técnicos atrapalham desafio semanal em 'A Fazenda'

A gravação do primeiro desafio semanal, que começou por volta das 21h neste sábado (2), foi interrompida por problemas técnicos.
A produção montou um pebolin gigante no qual os jogadores são os próprios peões. No entanto, ao começo do primeiro jogo entre as equipes Avestruz e Coelho, os coletes que prendiam os participantes se soltaram e a partida teve que ser interrompida.
Após duas tentativas, a produção suspendeu temporariamente a prova e Britto Jr. pediu que os peões voltassem para sede da Fazenda.

Terra

Brasileiros que moram na Nova Zelândia já começaram a votar

Os brasileiros que moram na Nova Zelândia, na Oceania, já começaram a votar para a escolha do novo presidente do Brasil. De acordo com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), esses eleitores iniciaram a votação às 16 horas, horário de Brasília. O número de eleitores aptos a votar no país não foi informado pelo tribunal.

Os eleitores da Austrália, Japão e China devem começar a votar a partir das 18h (horário de Brasília). A partir das 12 horas de amanhã, 3, começará a votação dos eleitores brasileiros residentes em São Francisco, nos Estados Unidos.

Mais de 200 mil brasileiros que vivem fora do país devem votar nas eleições deste ano. Eles votam apenas para presidente da República. A maioria do eleitorado - 66 mil - está nos Estados Unidos.

O eleitor inscrito no exterior que não puder comparecer à sua seção eleitoral deve justificar a ausência ou ficará proibido de solicitar documento em repartição diplomática. As seções ficam instaladas nas sedes da embaixada, consulados ou locais com serviços brasileiros.
Agência Brasil

Sarney sofre arritmia cardíaca e passa por exames em São Luís

O presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), apresentou na manhã deste sábado quadro de arritmia cardíaca  e foi encaminhado ao hospital UDI, onde realizou alguns exames preventivos. Pela tarde, ele realizará nova avaliação física.
A informação foi confirmada agora há pouco pela assessoria de imprensa do hospital.  José Sarney está em São Luís desde o início da semana acompanhando o processo eleitoral no Maranhão, onde sua filha, a governadora Roseana Sarney (PMDB-MA), é candidata a reeleição.

Veja as explicações do Silas Malafaia por trocar o voto de Marina para José Serra

Confusão entre pastores na guerra entre Serra e Marina

O  pastor Silas Malafaia, da Assembleia de Deus Vitória em Cristo, anunciou apoio ao tucano José Serra para presidente da República e que não votará mais em Marina Silva (PV), por quem chegou a fazer campanha no Twitter. Ele alegou que não votaria em Marina por causa da posição dela com relação ao aborto. A candidata anunciou que, se eleita, faria um plebiscito para decidir sobre o tema.
Pois bem, o Pastor Caio Fabio, do chamado Movimento Caminho da Graça e aliado de Marina Silva, desancou Malafaia no seu programa na internet.

Dilma tem 50% dos votos válidos, e 2º turno continua indefinido, mostra Datafolha

Pesquisa Datafolha realizada hoje e ontem indica que a disputa presidencial segue incerta sobre terminar ou não neste domingo, já no primeiro turno. Quando se consideram só votos válidos, Dilma Rousseff (PT) está com 50% contra 50% de todos os outros candidatos somados.
Para vencer no primeiro turno é necessário ter mais da metade dos votos.
No levantamento anterior, realizado terça e quarta-feira, Dilma tinha 52% dos votos válidos. Agora, oscilou dois pontos percentuais para baixo. Essa variação está dentro da margem de erro máxima da pesquisa, que é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos. 

Mas a curva de intenção de votos da petista passou a ter uma trajetória lenta e declinante a partir da metade de setembro, exatamente quando eclodiu o caso de tráfico de influência na Casa Civil --pasta ocupada por Dilma até março último.
Essa curva levemente declinante faz aumentar a chance de a eleição presidencial ir ao segundo turno, embora essa previsão esteja dentro da margem de erro. 

Depois de ter atingido 57% dos votos válidos num levantamento realizado de 13 a 15 do mês passado, a taxa de intenção de votos de Dilma foi sofrendo uma erosão contínua. Segundo o Datafolha, os 50% dos votos válidos da petista são o patamar mais baixo desde 23 e 24 de agosto, quando ela tinha 55%.
Na atual pesquisa, José Serra (PSDB) aparece com 31% dos votos válidos, mesmo percentual do meio da semana. O tucano está nessa faixa desde a primeira semana de setembro.
Marina Silva (PV) está com 17% contra 15% da sondagem anterior. Plínio de Arruda Sampaio (PSOL) e Zé Maria (PSTU) têm 1% cada. Nenhum dos demais candidatos atinge 1%.
O levantamento do Datafolha é o mais extenso realizado pelo instituto nesta campanha eleitoral. Foram entrevistadas 20.960 pessoas em 521 municípios. A sondagem foi encomendada pela Folha e pela Rede Globo.
Numa simulação de segundo turno, Dilma venceria hoje com 52% contra 40% de Serra. Os percentuais exatamente os mesmos no caso de a petista enfrentar Marina: 52% a 40%.
VOTOS TOTAIS
Quando se consideram os votos totais, Dilma aparece com 47%. Serra tem 29%, Marina pontua 16%. Plínio fica com 1%. Há apenas 2% que dizem ter intenção de votar em branco, nulo e nenhum. Outros 4% afirmam estar indecisos.
Quando se observam as curvas dos três principais candidatos na disputa pelo Planalto nos últimos 40 dias, o que chama a atenção são os movimentos suaves de ascenção de Marina sincronizado com a leve desidratação de Dilma. No meio, o tucano Serra está quase imóvel.
Essa pesquisa está registrada no Tribunal Regional Eleitoral com o número 50.690/2010 e no Tribunal Superior Eleitoral com o número 33493/2010. 

Folha

Mega-Sena sorteia as dezenas deste sábado; confira os números

A Mega-Sena realizou na noite deste sábado (2), em Cruzeiro (SP), seu concurso 1.219. O prêmio está acumulado e pode pagar cerca R$ 75 milhões, segundo estimativas da Caixa Econômica Federal.
As dezenas sorteadas foram: 02 - 33 - 34 - 37 - 41 - 53.
A Caixa está promovendo o rateio e o resultado deve ser anunciado em breve.

Pesquisa Datafolha confirma reeleição de Cid Gomes e para o Senado Tasso e Eunício

Se a eleição para o Governo do Estado termina sem grandes emoções, com perspectiva de reeleição de Cid Gomes (PSB), segundo o Datafolha, já no primeiro turno, a briga pelo Senado chega ao dia decisivo com três candidatos tecnicamente empatados na disputa por duas vagas. Ocorre o triplo empate técnico quando se considera os votos válidos, o que exclui brancos, nulos e indecisos. Esse é o critério usado pela Justiça Eleitoral para divulgar o resultado da eleição. Os números são da pesquisa O POVO/Datafolha.

Eunício Oliveira (PMDB) alcança 33% dos votos válidos e aparece pela primeira vez numericamente à frente de Tasso Jereissati (PSDB), embora a situação seja de empate técnico. O senador do PSDB tem 31% das intenções de voto. Considerando o limite máximo da margem de erro, que é de dois pontos percentuais para mais ou para menos, Eunício e Tasso estão tecnicamente empatados também com José Pimentel (PT), que aparece com 29% das intenções de votos válidos.

“Não é possível afirmar quem vencerá a disputa pelo Senado”, diz o relatório do Datafolha. A pesquisa ouviu 1.513 eleitores em 46 municípios do Ceará, nas últimas sexta-feira e sábado, 1º e 2 de outubro.
Desde a pesquisa anterior, realizada em 23 e 24 de setembro, os três oscilaram dentro da margem de erro. Tasso movimentou-se para baixo, de 33% para 31%. Eunício fez caminho inverso: de 31% para 33%. Pimentel passou de 27% para 29%.

Quando se considera o total de votos - incluindo-se brancos, nulos e indecisos - Eunício tem 46% das intenções de voto. Tasso aparece com 43% e Pimentel, 41%. Nesse caso, mantém-se o cenário de empate técnico entre Eunício e Tasso. O tucano está também tecnicamente empatado com Pimentel. Contudo, no caso dos votos totais, não há empate técnico entre Eunício e Pimentel.

Mesmo na véspera da eleição, ainda é significativo o número de indecisos: 29% dos eleitores não sabem em quem votar para uma das vagas de senador. E há ainda 16% de indecisos quanto aos dois votos. A decisão que esses eleitores vierem a tomar pode definir os rumos da eleição.
Outro fator capaz de definir uma eleição tão apertada é o desconhecimento do eleitor quanto ao número dos candidatos. Quase no momento do voto, ainda há 68% de eleitores que erraram o número de seus candidatos.

O número mais conhecido é o de Tasso: 31% dos que declararam intenção de votar no tucano já sabem o que precisam digitar na urna eletrônica. Entre os eleitores de Eunício, são 26% os que conhecem a sequência de algarismos para escolher o peemedebista. Já o número menos conhecido é o de Pimentel: só 19% dos que se declararam seus eleitores demonstraram saber como votar nele.

Governo
Para o Governo do Estado, Cid Gomes (PSB) recuperou-se após a queda registrada na pesquisa anterior e passou de 62% para 65% dos votos válidos. Para ser reeleito no primeiro turno, ele precisa de mais de 50% dos votos válidos. Lúcio Alcântara (PR), que havia crescido na pesquisa anterior, voltou a cair e tem agora 19% - ele tinha 24% uma semana antes.
Já Marcos Cals (PSDB) alcançou seu maior percentual na série de pesquisas O POVO/Datafolha: 14% dos votos válidos. Na última pesquisa, ele tinha 12%.

A pesquisa está registrada no Tribunal Regional Eleitoral com o número – 60311/2010 e no Tribunal Superior Eleitoral com o número 33491/2010.


E-Mais

METODOLOGIA
A pesquisa O POVO/Datafolha foi realizada nos dias 1º e 2 de outubro e ouviu 1.513 eleitores. s entrevistas foram feitas em 46 municípios cearenses.

A margem de erro máxima é de dois pontos percentuais para mais ou para menos. A pesquisa está registrada no Tribunal Regional Eleitoral com o número 60311/2010 e no Tribunal Superior Eleitoral com o número 33491/2010.

Não é possível afirmar que vencerá a disputa pelo Senado”
Relatório do Datafolha sobre a pesquisa feita na véspera das eleições no Ceará


O Povo

Vídeo da última caminhada de Agenor Neto nas Eleições 2010

Vídeo da última caminhada de Agenor Neto nas Eleições 2010

Fotos da última caminhada de Agenor Neto nas Eleições 2010

Cid Gomes confirma que Agenor Neto será o resposnável por sua vitória em Iguatu

Olá amigos internautas nestas Eleições 2010 entrevistamos o governador Cid Gomes que em passagem por Iguatu quando participou do Cid folia falou com exclusividade para a nossa pessoa. E nesta entrevista que estamos colocando na íntegra para os nossos internautas em nosso Blog, o candidato do PSB ao governo do estado afirma taxativamente que caso aconteça uma vitória sua nas urnas em Iguatu tudo isto se deve ao prefeito Agenor Neto.
Esta foi uma declaração que irritou boa parte da oposição iguatuense que nesta mesma noite abandonou o palanque de Cid Gomes em Quixelô e em seguida passaram em certos momentos a não demonstrar o mesmo apoio ao candidato do PSB.
Escute a entrevista na íntegra onde Cid Gomes coloca a responsabilidade da vitória nas mãos de Agenor Neto:

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails