segunda-feira, 22 de novembro de 2010

Guerra de blocos entre PT e PMDB também chega ao Senado Federal

O fantasma da disputa entre PMDB e PT pela formação do maior bloco parlamentar  não ronda apenas a Câmara. Também assombra os governistas do Senado.
O PT está tentando formalizar com PR, PRB, PSB, PCdoB e PDT um bloco reunindo 29 senadores, o que lhe daria o direito de indicar o presidente da Casa, já que o maior partido, o PMDB, tem 20 senadores.
Mas o líder peemedebista, Renan Calheiros (AL), já articula a reação. Está tentando fechar uma parceria com PP, PMN e PTB que somaria 32 senadores.
Ou seja, os dois maiores partidos do governo ficarão com o dedo no gatilho até o dia da eleição do presidente e dos membros da Mesa Diretora do Senado. O primeiro que piscar pode levar bala.

Poder Online

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails