terça-feira, 9 de novembro de 2010

Unilab: Lula convida moçambicanos para lançamento da pedra fundamental em Eusébio



O lançamento está previsto para o dia 10 de dezembro. A Unilab funcionará em Redenção, primeira cidade brasileira a libertar os escravos.
O presidente Luiz Inácio Lula da Silva convidou os moçambicanos para o lançamento da pedra fundamental da Universidade Federal da Integração Luso-Afro-Brasileira (Unilab), prevista para o dia 10 de dezembro. O convite de Lula aconteceu nesta terça-feira (09.11), em Maputo, capital de Moçambique, durante a instalação do Polo da Universidade Aberta do Brasil, no Instituto Nacional de Educação a Distância (Ined). Ao lado de Lula estava o governador Cid Gomes, único governador a integrar a comitiva presidencial. Em Moçambique, Cid reforçará a parceria com países africanos para a integração na Unilab.
“Todos vocês estão convidados para, acho que no dia 10 de dezembro ou quando a minha agenda permitir, ainda este ano, a gente lançar a pedra fundamental da Unilab. A Universidade Afro-Brasileira é uma universidade pensada para ter metade de alunos brasileiros, metade de alunos africanos para que a gente possa, no estado do Ceará, na cidade de Redenção, onde foi a primeira cidade a começar a luta pela libertação da escravidão, a gente ter uma universidade para acolher milhares de jovens da África para estudar”, explicou Lula.
No discurso, Lula reforçou ainda a necessidade do poder público investir em educação como uma ferramenta essencial para a melhoria da qualidade de vida. “Essa combinação é que pode permitir que a gente, sem pegar em uma arma, sem ferir um companheiro, a gente possa fazer a mais importante revolução que um ser humano possa fazer: a revolução do progresso, a revolução da distribuição de renda, a revolução do conhecimento, a revolução de garantir a cada homem e a cada mulher do planeta Terra o direito de tomar café, almoçar e jantar todo santo dia, porque sem isso nós não seremos ninguém”, disse Lula.
Na tarde desta quarta-feira (10), a comitiva segue para Seul, capital da Coreia do Sul, para participar da reunião do grupo das 20 maiores economias do mundo (G-20). Lá, Cid Gomes manterá contatos com dois parceiros na instalação da siderúrgica do Pecém, a Posco e a Dongkuk. Na próxima quinta-feira (11), a presidente eleita Dilma Rousseff comporá a comitiva. Durante a viagem de Cid Gomes assume o Governo do Estado, o vice Francisco Pinheiro.
Com informações do Governo Federal

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails