quarta-feira, 18 de maio de 2011

Caminhada contra a violência sexual infanto-juvenil reúne centenas de pessoas em Iguatu

Protesto tomou conta das ruas em Iguatu
O Creas ( Centro de Referência especializada da assistência Social), em conjunto com a Secretária de Ação Social, Conselho Tutelar e alunos de várias escolas realizaram nesta quarta-feira (18), uma mobilização contra o Abuso e a Exploração Sexual de crianças e adolescentes em Iguatu.

A mobilização teve como objetivo principal chamar a atenção da comunidade para este problema social que existe em todas as cidades brasileiras, inclusive em Iguatu.

Centenas de crianças participaram da movimentação, com cartazes, faixas e gritos de protestos contra a violência sexual. A passeata percorreu as principais ruas da cidade, tendo a ajuda de um trio elétrico e acompanhamento do DEMUTRAN e Guarda Municipal.
Equipe coordenadora do evento
Para Secretária Regiane Braz, este é um momento ímpar para chamar a atenção de todos para um problema que precisa ser vencido e denunciado. “Temos em Iguatu detectado crimes contra nossas crianças, mas precisamos de um apoio maior da sociedade, entrem em contato conosco pelos fones de denúncias do Disque 100 e o 0800 280 37 34 sabemos que muitas delas são ligadas a maus tratos físicos no lar. A caminhada será neste tom, de abrir os olhos e esclarecer, levando as pessoas a denunciar”, destacou.

A programação durante toda a semana contará ainda com ações de sensibilização da sociedade par o problema:

Programação:



Dia 16/05 e 17/05

10h30 e 16h30 – Blitz educativa

Locais: Sede do município, Universidades, Zona Rural



Dia 18/05

8h – Caminhada “Faça Bonito. Proteja nossas crianças e adolescentes”

Locais: Sede do município e Distritos da zona rural



Dia 23/05

8h – Encontro com a Rede de Atendimento às crianças e adolescentes ,vitimas de Abuso e Exploração Sexual

Local: Escola de Musica Popular

Objetivo: sistematizar a rede de atendimento à crianças e adolescentes vitimas de abuso e/ou exploração sexual afim de minimizar os danos causados por esta situação de violação de direito.

Público: trabalhadores da rede de atendimento à crianças e adolescentes vitimas de abuso e exploração sexual do município de Iguatu.

Estatísticas:

A cada 8 minutos, uma criança é molestada sexualmente, no Brasil e 75% dos abusos sexuais acontecem dentro da própria família.

Dados divulgados pela UNICEF apontam para a existência de 150 milhões de meninas e mais de 70 milhões de meninos vitimas dessas atrocidades em todo o mundo.

Fonte: www.iguatu.net

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails