terça-feira, 9 de novembro de 2010

IPCA avança para 0,75% em outubro, puxado por alta de alimentos

A inflação oficial, medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), encerrou outubro em 0,75%, taxa acima da registrada no mês anterior, de 0,45%. O levantamento foi divulgado nesta terça-feira (9) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).
Com esse resultado, o acumulado do ano está em 4,38%, acima dos 3,50% referentes a igual período de 2009. Considerando os últimos 12 meses, o IPCA passou para 5,20%, acima do acumulado nos 12 meses imediatamente anteriores (4,70%). Em outubro de 2009, o índice havia sido de 0,28%.
Os preços dos alimentos subiram, em média, 1,89%, e foram responsáveis por 57% do índice de inflação de outubro. No mês, a alta do grupo alimentação e bebidas foi a maior desde junho de 2008, quando variou 2,11%, de acordo com o IBGE. Em setembro, os alimentos haviam ficado 1,08% mais caros.
Entre os alimentos, destaque para o feijão carioca, tipo mais consumido no País, cujos preços aumentaram 31,42% somente em outubro. No ano, o feijão carioca mais do que dobrou, acumulando alta de 109,78%. Considerando todos os tipos de feijão pesquisados, a variação foi de 23,48%, em outubro e 76,74% no ano.
Ainda segundo o IBGE, no grupo dos alimentos foram poucos os que ficaram mais baratos, com destaque para cebola (-6,46%) e arroz (-1,14%).

Jornal do Commercio

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails