sábado, 18 de dezembro de 2010

Mais de 118 mil protestam contra aumento dos parlamentares

Passa de 118 mil o número de assinaturas contra o aumento salarial de 62% autoconcedido pelos parlamentares esta semana. No abaixo-assinado, que está na internet, parte dos signatários deixa seu recado de protesto contra a elevação para R$ 26,7 mil do salário de deputados, senadores, ministros de estado, presidente e vice-presidente da República.

Proteste! Assine aqui o manifesto virtual


“Vamos fazer um abaixo-assinado para reduzir o salário deles”, propõe Joceline Cláudia do Carmo. “Imoralidade política em detrimento do trabalho remunerado”, protesta Glauco Coelho de Oliveira. “Isso é um tapa na cara do brasileiro”, escreve Pedro Eduardo Tinoco da Fonseca. “Não sei como funciona a política do site, mas se este abaixo-assinado não for remetido ao órgão público competente, peço que assim que atingirmos nosso objetivo, o autor do documento o faça. Juntos somos fortes!”, sugere Diego Divino Kuchler Tarifa.

O abaixo-assinado tem como primeiro signatário Mauro Eduardo Bearare Júnior. “Esse projeto amplia o abismo entre o Parlamento e a sociedade. É advocacia em causa própria. O percentual de 62% para os parlamentares e mais de 130% para presidente e ministros, diante da realidade brasileira, é evidentemente demasia. Vamos mostrar a indignação do povo brasileiro quanto ao autoritarismo evidente na manipulação do orçamento e dos recursos provenientes de arrecadação de impostos e cofres públicos”, diz o manifesto virtual, indicado ao Congresso em Foco pelo leitor Fagner Nicácio por meio do twitter (@congemfoco).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails