quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

Para Eduardo Campos a divisão dos royalties do pré-sal é o desejo de justiça no parlamento

O governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), afirmou hoje que a aprovação de um novo modelo de partilha dos recursos do pré-sal pela Câmara dos Deputados revela o desejo do parlamento brasileiro de fazer justiça. "Está criado um fato político de grande dimensão", disse ele. "Agora precisamos seguir em frente, aprimorando o projeto por meio do diálogo".
Defensor da partilha dos royalties com Estados não produtores, Campos sustenta a necessidade de um esforço para superar as divergências entre os Estados. Ele não aceita um veto "puro e simples" do presidente da República, como espera o governador do Rio, Sérgio Cabral (PMDB), prejudicado com a decisão da Câmara. Para Campos, não pode ser mantida a situação atual, com as receitas do petróleo partilhadas entre poucos Estados e municípios produtores.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails