quarta-feira, 2 de fevereiro de 2011

COELCE anuncia os números de raios em Iguatu e região neste mês de janeiro

Os números foram apresentados com exclusividade pela COELCE para o site Iguatu.net.


4.588 foi o número de descargas atmosféricas registradas só no mês de janeiro deste ano. Neste período, a cidade de Graça foi a que registrou a maior quantidade de raios, com 198. Em seguida, Santa Quitéria, com 187, e Sobral, com 117, foram os municípios com maior incidência de descargas no estado. A capital cearense contou apenas com 7 raios durante o mês.

Em Iguatu a COELCE registrou neste mês de janeiro, 49 raios , em Várzea Alegre – 23 raios Acopiara –44 raios, Icó – 96 raios, Jucás – 38 raios, Orós – 28 raios, Catarina – 11 raios, Quixelô – 20 raios, Cariús – 43 raios e Cedro – 30 raios. Totalizando na região: 382 raios.

Em 2009, a Coelce registrou, aproximadamente, 100.870 descargas atmosféricas no Ceará. Já em 2010, foram registrados cerca de 45.000 raios, sendo as áreas mais atingidas as regiões Norte e Sul do Estado. As cidades que tiveram as maiores ocorrências nesses anos foram Granja (320) e Bela Cruz (253).

A Coelce monitora as descargas atmosféricas no Ceará com a finalidade de identificar o local de queda de raio na rede elétrica, prever tempestades e consequentemente minimizar o tempo de atendimento. O sistema identifica as áreas de maior incidência, otimizando a instalação de equipamentos de proteção contra descargas. O sistema é fruto de um projeto de Pesquisa & Desenvolvimento da Coelce, desenvolvido entre os anos de 2005 e 2008, com investimentos totais de R$ 615 mil. Todo o projeto foi financiado pela Coelce, com participação técnica dos engenheiros da empresa e realização de pesquisas de estudiosos da USP e da Uece.

Inovação e vantagens

A tecnologia utilizada pelo Sistema de Monitoramento de Descargas Atmosféricas para o Ceará é inovadora no país, guardando algumas similaridades com o sistema Brasil Dat, concentrado no Sul, Sudeste e Centro-Oeste. A diferença é que o sistema da Coelce monitora todo o território brasileiro. Além disso, enquanto os sensores do Brasil Dat captam num raio de até 600 km, os sensores do sistema da Coelce captam num raio de até 6.000 km.


Além do sistema de monitoramento de raios, a Coelce dá orientações sobre cuidados dentro e fora de casa durante tempestades, que podem ser conferidos a seguir:

Cuidados dentro de casa durante tempestade:

• Evitar uso de chuveiro ou torneira elétrica;

• Evitar contato com objetos com estrutura metálica como fogão, canos, torneiras, cabos de aterramentos etc;

• Evitar ligar equipamentos elétricos e eletrônicos;

• Quando possível, desconectar das tomadas aparelhos elétricos e eletrônicos;

• Se possível, permanecer dentro de casa enquanto a tempestade durar.

Cuidados fora de casa durante tempestade:

• Evitar contato com objetos metálicos como cercas de arame, portões metálicos, tubos metálicos, cabos de aterramento e principalmente linhas telefônicas ou elétricas;


• Evitar estar perto de tratores, máquinas agrícolas, motocicletas, carroças, veículos;


• Evitar estar perto de locais como campos abertos, pastos, piscinas, lagos, praias, árvores isoladas, postes, locais elevados.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails