quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

Crateús inicia obras para abatedouro

Depois de dez anos sem abatedouro público, este Município vai solucionar o problema. Foi assinada a ordem de serviço para a construção deste equipamento, que livrará a população de consumir carne sem inspeção, a chamada “carne de moita”.

A obra, iniciada no último dia 2, tem previsão para conclusão em 90 dias. “Aguardamos com ansiedade a conclusão do abatedouro, pois não podemos mais continuar consumindo carne nessa situação”, pontua o secretário de Agricultura do Município, Carlos Soares. O antigo abatedouro da cidade foi interditado pela Vigilância Sanitária em 2000, por não ter condições de funcionamento.

Ele explica que a demora no início da obra, cujo recurso estava garantido desde 2007, ocorreu em função de inúmeras pendências administrativas. “Havia inadimplências por parte da gestão municipal e pendências na parte do próprio projeto, com relação a aspectos da engenharia, por isso tivemos que agir com determinação e afinco para fazer os ajustes, providenciar toda a documentação e conseguir a liberação do recurso junto à Caixa Econômica Federal”, disse o secretário.

O abatedouro é localizado em um terreno de quatro hectares adquirido pelo Município, no Bairro Fátima I, a 3km do centro da cidade, próximo ao Açude Municipal. O canteiro de obras já instalado mostra a dimensão da obra, que conterá, além da unidade, uma Estação de Tratamento de Água (ETA), unidade de beneficiamento (tratamento das vísceras) e currais para recepção dos animais. Construção civil, a estação de tratamento de água e equipamentos estão orçados em R$ 593 mil, sendo R$ 329 mil para a construção civil e R$ 264 mil para estação de tratamento de água e equipamentos.

Os recursos para a construção civil são do Ministério da Agricultura e Pecuária, com parceria da Prefeitura Municipal, enquanto que o restante (estação e equipamentos) é oriundo da Secretaria de Desenvolvimento Agrário (SDA).

“Temos uma parte dos equipamentos que serão utilizados no Abatedouro já em depósito e o restante estamos aguardando a liberação dos recursos para adquiri-los o mais rápido possível”, afirma Carlos Soares. Ele diz ainda que, entre os equipamentos, estão caldeira, câmara fria e um conjunto de máquinas próprias para o abate de animais e higienização do ambiente. “O abatedouro terá todos os equipamentos para o correto funcionamento”, garante, afirmando ainda que a Unidade terá capacidade para abater 200 animais/dia, entre bovinos, suínos, ovinos e caprinos.

Equipamentos


“O abatedouro terá todos os equipamentos necessários para o correto funcionamento da atividade”

Carlos Soares

Secretário de Agricultura do Município de Crateús

MAIS INFORMAÇÕES

Secretaria de Agricultura de Crateús – Centro Administrativo

Rua Coronel Totó, S/N, Centro

Telefone: (88) 3691.2127

SILVANIA CLAUDINO

Diário do Nordeste.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails