quinta-feira, 3 de fevereiro de 2011

Promotor quer inteditar cadeia pública de Catarina

A falta de infraestrutura para abrigar detentos e as más condições físicas da Cadeia Pública do município de Catarina, na região dos Inhamuns, foram fatores determinantes para que o Ministério Público pedisse a interdição do prédio.


O promotor de Justiça alega que os detentos que estavam no prédio e corriam perigo, tendo em vista ele temer que o prédio viesse a cair sobre os detentos, além da falta de espaço para o banho de sol e um local mais conveniente para se respirar devido o local não ter a mínima condição higiênica.

Outro sério problema apontado pela sociedade está sendo um prédio, onde há muito tempo funcionou a Coletoria Estadual da Secretária da Fazenda do Estado e que hoje se encontra abandonado, servindo como local para a concentração de pessoas que vão consumir drogas. O prédio pertence ao Governo do Estado.

O radialista Diomar Araújo, denuncia que a situação da população de Catarina é muito preocupante, tendo em vista que a insegurança está dominando em todo o semblante da sociedade, apesar de a cidade ter um contingente policial com vontade de trabalhar; as condições oferecidas pelo Governo do Estado estão as impedindo-os, pois a única viatura que há no município está velha e sem a mínima condição de trabalho. Se for necessário fazer uma perseguição, os policiais militares têm que contar com a ajuda dos poderes Executivo e legislativo e de comerciantes que, na realidade, dão suporte aos policiais, ou caso contrário a coisa não anda.

E com esta medida de interdição do prédio da Cadeia Pública pelo promotor de Justiça foi que complicou ainda mais, A cidade está sem uma cadeia para colocar aquelas pessoas que cometem desmandos quando estão sendo pegues em flagrante, estão tendo que serem levadas para o município de Tauá, a um distância de mais de 70 quilômetros.

E o mais grave de tudo isto é que há prédios como o da Secretaria Estadual da Fazenda, onde por um bom período funcionou a Coletaria Estadual, estar desativado e só servindo para abrigar pessoas que vão fumar maconha ou provocar coisas indevidas; a sociedade está revoltada com esta situação e pede que haja uma medida do Governo do Estado, no sentido de pelo menos resolver este problema ou caso contrário a coisa poderá se complicar mais ainda.

O Estado

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails